Tera-Feira, 02 de Maro de 2021 |

Estudante produz receituário para o aproveitamento de alimentos

Projeto está sendo desenvolvido pela nutricionista Patrícia da Silva

Por Redação em 15 de Janeiro de 2021

"De acordo com as coordenadoras, assim que o retorno às atividades presenciais for seguro, pretende-se realizar as oficinas previstas" (Foto: Arquivo A Semana)


Com o intuito de inovar e promover o protagonismo dos estudantes, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRS), por meio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), lançou, em 2020, um edital para que os discentes propusessem ações de extensão em seus campi. Além de se envolver em todo processo de execução do projeto, com a orientação de um servidor, os alunos receberam uma bolsa auxílio.

Segundo a coordenadora de Extensão do Campus Alvorada, Adriana Martins, o edital colabora com o objetivo da Política de Permanência e Êxito do IFRS. As ações deveriam ter começado no início do não letivo, entretanto, com a pandemia da Covid-19, foram suspensas e restabelecidas no segundo semestre. A unidade teve sete propostas inscritas, porém cinco foram executadas.

Isso se justifica devido à necessidade de adaptação ao ambiente virtual que os estudantes precisaram fazer em seus projetos para que fossem realizados. Uma das ações executadas foi “Um novo olhar sobre a alimentação em tempos de crise: reaproveitar é necessário” da discente do curso de Licenciatura em Pedagogia, Patrícia Lima da Silva, e orientação da servidora Adriana Martins.

A ideia inicial consistia em oficinas de preparação de receitas saudáveis, acessíveis e de baixo custo, a partir de cascas, sementes, talos, etc. O grupo degustaria os pratos que produziu e levaria porções dos alimentos aos seus lares. Com isso, conforme as proponentes esperava-se estimular o aproveitamento integral dos alimentos. Por meio do diálogo, também se pretendia conhecer os hábitos alimentares de cada uma.

Com a chegada da pandemia e suspensão das atividades presenciais, o projeto foi adaptado a fim de seguir os protocolos sanitários e fazer chegar às informações ao público sem a presença física. Diante disso, elaborou-se o receituário, com receitas práticas e acessíveis, “Aproveitamento Integral dos Alimentos”, disponibilizado no site do Campus Alvorada e pelas redes sociais.

COMENTÁRIOS ( )