Quarta-Feira, 18 de Outubro de 2017 |

Feira do Livro é cancelada pelo segundo ano consecutivo

Última edição do evento aconteceu em 2015, na gestão do prefeito Sérgio Bertoldi

Por Redação em 06 de Outubro de 2017

"Além da Feira do Livro, estudantes da rede pública também ficam sem " (Foto: Arquivo A Semana)


Existia uma expectativa muito grande por parte da comunidade alvoradense de que a Feira do Livro voltasse a ser realizada neste ano. Isso porque, em 2016, a Prefeitura já não havia organizado o evento. Entretanto, com a entrada do mês de outubro, foi possível notar que a infraestrutura do evento ainda não estava sendo instalado na Praça João Goulart.

Para saber mais informações, a reportagem do Jornal A Semana contatou a Secretaria de Educação (SMED) que divulgou nesta quarta-feira, 04/10, uma nota informando a não realização da Feira do Livro de Alvorada em 2017. Segundo o ofício, não existem recursos no orçamento deste ano para a organização de um evento deste porte no município. A expectativa é de que, em 2018, o evento volte a ser realizado.

Segundo a titular da pasta Neuza Machado, uma das defensoras do evento, a questão do orçamento reduzido prejudicou a realização do evento. Entretanto, a SMED já trabalha com uma nova data para que a tradicional Feira do Livro do município volte a ser organizada: maio de 2018.

“Nós não temos recurso e não foi destinado para projetos da cidade. Não havia nada planejado para este ano e, quando vimos, não tínhamos mais tempo hábil para fazer uma licitação bem feita com os recursos necessários. Por causa disso optamos em fazer uma feira do livro no início do ano, provavelmente em maio de 2018, ao invés de outubro deste ano”, salienta a secretária.

Ainda segundo Neuza, o recurso existente não era o suficiente para a organização do evento. Conforme foi dito, foram apresentadas alternativas – como a realização da Feira do Livro no Ginásio Municipal Tancredo Neves – foram descartadas por não serem as ideais e nem terem o espaço adequado para receber a comunidade de Alvorada.

Histórico

Esse é o segundo ano consecutivo que a Feira do Livro não será realizada por falta de recursos no orçamento do município. Em 2016, conforme noticiado pelo Jornal A Semana, todos os eventos culturais da cidade foram cancelados, devido a contenção de despesas. No ano passado, diversas escolas, como a Duque de Caxias, no Bairro Piratini, optaram por realizar sua própria feira do livro.

A grande diferença é que, neste caso, milhares de alunos ficarão sem receber os Vales Livros de R$ 25, entregues em 2014 e 2015, que servem de incentivo ao habito da leitura. O projeto de lei de autoria do prefeito Professor Serginho tinha como objetivo incentivar a leitura e dar o direito aos estudantes em adquirir livros. Entretanto, há dois anos que isso não acontece.

COMENTÁRIOS ( )