Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 |

Ladrões arrombam escolas da rede estadual e municipal durante o final de semana

Casos aconteceram nos bairros Stella Maris e Caxambu

Por Redação em 31 de Março de 2017

"Invasores quebraram as telhas do refeitório da Escola Estadual Stella Maris" (Foto: Divulgação)


Após um final de semana de descanso e também de preparação para o reinício das aulas, na manhã da segunda-feira, 27/03, direção e professores das Escolas Stella Maris e Alcides Maia foram surpreendidos com arrombamentos quando chegaram às suas respectivas instituições.

Stella Maris

Prestes a completar 48 anos de atividades no bairro de mesmo nome, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Stella Maris, que possui cerca de mil alunos, foi alvo de arrombamento e furto.

A diretora Luciana Vitoria Lettieri conta que, quando chegou para trabalhar segunda-feira, se deparou com o telhado do refeitório quebrado e uma sala de aula arrombada. “Roubaram alguns itens da merenda escolar, jogos, livros, material escolar que os pais trouxeram materiais pedagógicos que a professora comprou com o dinheiro dela para emprestar aos alunos”, explica. Lettieri acredita que os ladrões tenham entrado após pular o muro que cerca a escola. As grades que dão acesso ao prédio administrativo também foram arrombadas. O fato foi registrado na Polícia Civil que investiga o caso. Em 2016, a unidade já tinha sido invadida por criminosos em duas ocasiões.

A diretora disse que pretende realizar um mutirão com a presença de pais, professores e alunos no mês de maio, com pintura e reorganização de espaços da instituição. Mesmo assim, reclama do arrombamento. “Tu arruma uma coisa e quebra outra. Hoje eu cheguei com um monte de coisas para organizar o aniversário da escola, a rifa da nossa cesta de páscoa e me deparei com isso. Tive que ir na delegacia, ir nas salas conversar com os alunos, com os pais, então é complicado. Tu dá um passo para frente e dez para trás”, desabafa.

Alcides Maia

Durante o último final de semana, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Alcides Maia, localizada no bairro Caxambu, também foi arrombada. Entretanto, ao contrário do caso descrito acima, nada foi levado pelos invasores na instituição que atende há 380 crianças. “Entraram dentro da escola e na sala da direção, quebraram os cadeados, o marco da porta. A sala estava revirada, mas nada foi roubado. Foi mesmo uma tentativa e também um dano ao patrimônio publico”, esclarece Juliana Correa, vice diretora da manhã e coordenadora da tarde. A direção registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil.

COMENTÁRIOS ( )