Sábado, 24 de Junho de 2017 |

Três escolas polo atendem alunos do EJA na rede municipal de ensino

Ao todo, seis escolas municipais oferecem a modalidade

Por Redação em 07 de Abril de 2017

"Secretária informou que nenhuma reclamação sobre a mudança chegou até ela" (Foto: Ariane Kozeniewski)


No dia 6 de março alunos de escolas municipais voltaram ás aulas. Além destes, pessoas que, por algum motivo ou outro, interromperam seus estudos, também retornaram para as aulas do Educação de Jovens e Adultos/EJA.

Buscando reduzir gastos, neste ano, a Secretaria de Educação/SMED, implantou as escolas polo, na qual alunos foram remanejados para três instituições da cidade. “Aquelas escolas que tinham um baixo índice de frequência procuramos agrupar e aqueles professores que foram para lá junto eles já estão para auxiliar lá”, explica Neuza Machado, secretária da SMED.

Desta forma, estudantes da Escola Antônio de Godoy, no bairro Passo do Feijó, foram transferidos para a Alfredo José Justo, localizada no bairro Vila Maria. No bairro Aparecida, alunos da Almira Feijó foram realocados para a Paulo Freire, que também está no mesmo bairro. Estudantes da Alice de Carvalho, bairro Maria Regina, estão tendo as aulas no Podalírio Inácio de Barcellos, que fica nas imediações.

Para auxiliar os alunos no deslocamento de suas residências até às devidas instituições que estudam, a SMED oferece passagens gratuitas para alunos que residam a mais de 2km das escolas, afirma Neuza.

Com esse remanejamento algumas reclamações partiram de alunos e outras pessoas, sendo expostos em redes sociais. Perguntada se havia recebido alguma reclamação sobre o assunto, a secretária informou que nada chegou até ela.

Com esta mudança, Alvorada dispõe de seis escolas que oferecem o EJA, exceto as escolas estaduais que também disponibilizam o ensino. São elas: Podalírio, Paulo Freire, Justo, Emília de Oliveira no bairro Piratini, Gentil Viegas Cardoso, no Jardim Algarve e Dom Pedro no bairro Formoza.
Professores que estavam lecionando nas instituições que antes ofereciam o EJA, foram deslocados para atender os alunos nas escolas polo. Desta forma, em algumas turmas há a presença de dois professores em cada aula.

Segundo o professor e vice diretor do EJA, Fernando Mattos Fernandes, na Escola Podalírio, esse fato, auxilia na agilidade do atendimento de professores aos alunos. “Nós temos dois professores de geografia, dois de história, temos uma professora de inglês que veio de lá (se referindo a profissionais da Alice de Carvalho) e juntou com uma professora de espanhol que era nossa”, explica.

De acordo com Fernandes, estão matriculados, 343 alunos na escola, juntando 220 que já estavam no Alice de Carvalho. O horário de atendimento é das 19h30min. às 22h30min.

COMENTÁRIOS ( )