Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021 |

Cesar Freitas chega a edição 1.500 do espaço ‘Você Lembra?’, onde recorda trajetórias de futebolistas

Colunista chegou à marca na edição passada, onde entrevistou o atacante Careca

Por Redação em 11 de Dezembro de 2020

"Um dos entrevistados pelo colunista foi o ex-goleiro, Zetti" (Foto: Divulgação)


Na última semana, César Freitas, colunista do ‘Espantando a Zebra’ e do ‘Você Lembra?’ chegou a uma marca histórica no Jornal A Semana. Isso porque a entrevista com o atacante Careca (São Paulo e Napoli) foi a de número 1.500 da carreira do jornalista e radialista. Esse projeto começou no Jornal A Gazeta do Vale (Cachoeirinha) e depois veio para o Jornal A Semana.

Freitas conta que desde jovem sempre teve um fascínio pelo futebol e, consequentemente, pelos craques. Foi pensando em se aproximar desses atletas que iniciou o projeto no final dos anos 80. “Em uma reunião de pauta eu disse que tinha vontade de entrevistar veteranos e disseram para eu fazer uns dez e ver como seria a reação dos leitores”, salienta o colunista.

E pelo jeito a recepção foi boa, afinal são mais de 1.500 entrevistas. Ele relata que nesse período conseguiu fazer um ranking de ídolos dos jogadores, formado por Zico, Pelé e Falcão. Já os treinadores são Ênio Andrade, Telê Santana e Felipão – esse último vem crescendo ao longo dos anos por ser um técnico mais recente e ainda em atividade no futebol brasileiro.

No início o foco era a dupla Gre-Nal, mas depois o projeto foi crescendo para outros cantos. “Normalmente os craques são mais receptivos, mas hoje, devido aos 30 anos de trabalho, fica mais fácil. Ainda hoje eu tenho contato com ex-jogadores e também vou a encontros de ex-jogadores. Nesses momentos eu aproveito para fazer algumas entrevistas”, relata Freitas.

Contudo, por mais que os craques sejam mais receptivos, ainda tem um nome que falta na coleção de Freitas. “O sonho é Pelé. O outro era o Zico, que eu sempre quis e consegui quando ele veio para Porto Alegre fazer o jogo do D’Alessandro. Ele realmente é um cavalheiro. Contudo, meu sonho segue sendo o Pelé, porém é muito difícil”, pondera o colunista.

Questionado sobre o futuro, ele não faz projeções, mas seguirá escrevendo. “Eu tenho 75 anos e escrevo 50 textos por ano. Quando eu chegar-nos 1.600 estarei com 77. Enquanto eu tiver gás, ainda mais porque eu gosto de conviver com os jogadores de futebol. O que eu gostaria é de que os leitores me enviassem sugestões. Isso acontecia no início da coluna, mas faz tempo que não recebo mais isso”, conclui Freitas.

Currículo

Natural de Porto Alegre, César Freitas tem 74 anos de idade e é jornalista (registro 15.092), cronista esportivo (ACEG 1.203), radialista (registro 05.398/89) e tem curso de monitor de futebol ministrado pela AGAP em 1981. Acompanha futebol desde 1954. Em 1988 iniciou na imprensa no jornal de bairro Zona Norte. Lá começou a acompanhar a equipe do São José. Logo após também passou a escrever para o jornal Alto Petrópolis, quando passou a acompanhar o Cruzeiro de Porto Alegre.

Com a vivência nesses clubes passou a ser setorista do Jornal do Comércio, tendo viajado bastante com o Zequinha em seus jogos pela Segundona. Em 1990, trabalhando como vendedor numa empresa Cachoeirinha, passou a fazer parte da equipe esportiva da Rádio do Vale do Gravataí e do Jornal A Gazeta do Vale, de Cachoeirinha. Foi nesse jornal que iniciou o ‘Você Lembra?’. Em 1991 veio para o Jornal A Semana trazendo o ‘Você Lembra?’, onde permanece até hoje.

COMENTÁRIOS ( )