Sexta-Feira, 07 de Outubro de 2022 |

Obras atrasam e previsão de entrega dos campos de futebol passa para novembro

Intervenções já tiveram início nos campos do Agriter e do São Caetano

Por Redação em 05 de Agosto de 2022

"No campo do Agriter já está sendo feita a drenagem – faltará o cercamento, plantio de grama e construção das casamatas e vestiários" (Foto: Guilherme Wunder)


Em março foi dado início as obras de modernização e revitalização do campo do São Caetano. Essa obra foi anunciada em 2019, através de uma emenda parlamentar do deputado federal Giovani Cherini (PL). As mudanças contemplam a terraplanagem, drenagem, plantio de grama, cercamento e a construção das casamatas. Na época em que a obra teve início, a previsão era de conclui-la em julho.

Contudo, o mês de julho terminou e a obra segue na etapa de terraplanagem. Neste período, teve início a obra do campo do Agriter, que também tinha previsão de ser concluída em julho. No local não seria necessária a terraplanagem, mas devido a problemas burocráticos, houve atraso no início e, consequentemente, na entrega. Atualmente está sendo feito a drenagem do local.

Justificativas e novos prazos

Em entrevista, o vice-prefeito Valter Slayfer (PL) explicou que o atraso está relacionado a demora da liberação dos recursos junto ao Governo Federal e o aterro e terraplanagem da Prefeitura – este último apenas no campo do São Caetano. Segundo ele, as obras nos dois locais tiveram sua ordem de início assinada em 01º de julho e as intervenções no Agriter já tiveram início.

Já o campo do São Caetano aguarda a conclusão do aterro e terraplanagem. No momento, a Secretaria de Obras e Infraestrutura (SMOI) está atrás de parceria para conseguir – por empréstimo – uma máquina com esteira para concluir esta etapa e partir para a próxima. Com isso, a empreiteira aguarda a conclusão desta etapa para iniciar as intervenções.

Por causa disso, as obras atrasaram e o vice-prefeito já trabalha com uma nova perspectiva para entregar os campos a comunidade. “A previsão é de entregar os dois campos em novembro, mas isso depende de condições climáticas. Os dois contratos tiveram sua ordem de início em 01º de julho. A gente acredita que o Agriter termina dentro do prazo, mas o São Caetano depende da terraplanagem”, finaliza Slayfer.

Novos campos

Com a conclusão das duas obras – somadas ao campo do Tarumã e do Palmeiras – somente duas praças de esporte ficarão sem cercamento. Trata-se do campo do Cantão e do Nacional. Contudo, o vice-prefeito afirma que já trata com o deputado Cherini para trazer emendas que contemplem os dois campos remanescentes. Os pedidos já foram encaminhados ao parlamentar, que se mostrou favorável a vinda dos recursos.

COMENTÁRIOS ( )