Sbado, 03 de Dezembro de 2022 |

Projeto forma jogadores de futebol em Alvorada

Admirado pela comunidade da cidade, o Arecuja é símbolo do esporte no Jardim Algarve

Por Andressa Morais em 28 de Outubro de 2022

"No Arecuja, as crianças iniciam aos 7 anos e têm a oportunidade de se desenvolverem para virarem jogadores" (Foto: Arquivo Pessoal/Vera Silva)


O Brasil é conhecido por ser “o país do futebol” e se tornar jogador é o sonho de muitos jovens. Contudo, realizá-lo não é tarefa simples, visto que a maioria vêm de bairros com pouca infraestrutura e baixos indicadores sociais. É diante desse cenário que projetos como os realizados pela Associação Beneficente Recreativa e Cultural Jardim Algarve (Arecuja) são tão importantes, pois oferecem os primeiros recursos para os atletas ingressarem na carreira.

Localizado no bairro Jardim Algarve, em Alvorada, o Arecuja foi fundado em 5 de março de 1994. Com o seu crescimento, a associação foi dividida em três departamentos: social, cultural e esportivo. Assim, surgiram os projetos Profissional, Acolher e a Escola Educacional, que visam capacitar jovens da comunidade para o futebol.

Dos primeiros passos ao sonho que deu certo

Fernanda Alves é mãe do Felipe, de 7 anos, que passou a integrar o projeto do Arecuja em junho de 2022. Ela explica que a atividade não atrapalha o desempenho do filho na escola e aconselha as mães a fazerem um teste de pelo menos um mês para tirarem conclusões, mas ressalta que os horários são acessíveis.

“Eles são fundamentais para a comunidade. Não sei o que seria dessas crianças sem o Arecuja. Com esse projeto, eles tiram muitas crianças das ruas e ajudam muitas famílias”, ressalta Fernanda.
Erick Cardoso passou pelo Arecuja quando tinha 15 anos. Hoje, aos 19 anos, ele conta que se formou atleta profissional na associação, além de ter crescido enquanto pessoa.

Agenciado pelo empresário Alberto Fagundes, Erick recebeu uma proposta para jogar no Brasília Futebol Clube. “No Brasília realizei um dos meus sonhos, que era pisar no Estádio Mané Garrincha”. Atualmente, o jovem não está mais vinculado ao elenco do Brasília Futebol Clube, mas vai para outro time, que preferiu não identificar.

Evertow Silva ingressou no Arecuja em 2018, onde jogou durante um ano e meio. Após esse período, ele foi aprovado no teste para assumir a posição de zagueiro nas categorias de base do Sport Club Internacional, time ao qual está vinculado atualmente. Ele destaca a importância que o César Xavier, diretor da associação, teve na sua trajetória. “O César não desistiu até me pôr em um clube do tamanho do Internacional. Eu lembro que ele lutou dia a dia para me pôr lá dentro.”, sinaliza.

Atualmente, o Arecuja se mantém através de doações de pais de alunos e do aluguel do campo e do ginásio. Os participantes do Acolher não pagam nenhum valor para participar do projeto. Atletas da Escola Educacional pagam uma taxa de 50 reais para custear o pagamento dos professores.
Em relação às novas metas, César conta que, em 2023, o Arecuja pretende se tornar um clube profissional, além de disputar a categoria sub-20 do Campeonato Gaúcho e a série C do Gauchão. “Já que a gente cria vários talentos, acho que está na hora da gente dar oportunidade para eles jogarem pelo Arecuja e terem visibilidade", afirma.

Serviço

O Arecuja fica localizado na rua Eduardo Silveira Peixoto, 689, no bairro Jardim Algarve, em Alvorada. Para participar dos projetos, basta ir até o local ou entrar em contato com o César através do número (51) 98428–8763.

COMENTÁRIOS ( )