Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 |

Sem Chico Branco, Marciel marca dois e Ser Alvorada vence de virada na estreia

Com muitos garotos e uma marcação forte, alvoradenses fazem 5 a 2 na ANPF

Por Redação em 13 de Abril de 2017

"Jogo ocorreu no Ginásio Municipal de Esteio" (Foto: Divulgação)


A primeira vitória da Ser Alvorada na temporada teve a assinatura de um velho conhecido. Depois de sair perdendo por 2 a 0 para a ANPF (Associação Nova Petrópolis Futsal), na estreia da Copa dos Campeões, na última segunda-feira, 10/04, o time alvoradense contou com dois gols de Marciel para virar o placar e vencer o jogo por 5 a 2. Os outros gols foram marcados por Bicudo, Lucio e Garrati. O jogo ocorrido no Ginásio Municipal Edgar Piccioni, em Esteio, marcou a estreia do técnico Fabiano Ventura no comando da equipe. O próximo compromisso na competição será dia 28/04, às 20h15min, contra o UJR Feevale, de Novo Hamburgo.

A grande surpresa da noite foi a ausência de Chico Branco entre os jogadores relacionados da Ser Alvorada. “O Chico Branco não faz mais parte da Ser Alvorada”, decretou o presidente da equipe Nelio Oliveira de forma enfática. Segundo o presidente, o motivo seria a não assimilação pelo jogador do trabalho de Ventura e a abertura de oportunidades aos jogadores novos do time. Nelio nega problemas disciplinares. Na última segunda, Chico Branco entrou em quadra com a camiseta do Martello Futsal, o outro time de Alvorada na disputa da Copa dos Campeões. O time do ex-camisa 10 da Ser empatou com o ACESA, de Charqueadas, por 1 a 1. Outra ausência na equipe de Ventura foi Bilo que não participou da reunião de preparação para o jogo contra a ANPF alegando problemas particulares. Porém, o jogador continua nos planos da Ser.

O jogo

Após sair atrás no placar perdendo por 2 a 0, o técnico Fabiano Ventura reorganizou a marcação e o time voltou com uma movimentação melhor, mais rápida e com mais velocidade. Marciel fez dois gols logo no início da segunda etapa e igualou o marcador. A virada veio na sequência com Lucio. O garoto Garrati e Bicudo fecharam o placar com vitória por 5 a 2. Para o presidente Nelio, o resultado foi uma “grata” surpresa. “Vimos que os jogadores começaram a assimilar o trabalho do Ventura, isso foi uma satisfação. Ele procurou ter um time compacto, aguerrido e com velocidade”, avalia. A equipe vinha de apenas três semanas de treinamento e havia uma preocupação com a parte física dos atletas. “Tínhamos receio se eles iriam conseguir soltar a parte física. Mas segundo o preparador físico, eles iriam sentir no início e depois iriam se soltar. E foi o que aconteceu”, comenta Nelio.

O técnico Fabiano Ventura também aprovou a estreia do time. “O grupo se comportou bem dentro daquilo que passamos em duas semanas e meia de treino”, comemora. Para ele, o destaque foi a marcação forte e a alta intensidade principalmente no segundo tempo. “Mesmo perdendo, eles mantiveram o mesmo padrão de marcação. Quando entrou o segundo quarteto, aumentamos o poder de marcação e concluímos mais a gol. Aí os gols foram aparecendo naturalmente”, avalia. Os pontos mais positivos para Ventura foram a concentração e a seriedade dos atletas no jogo. “Nos não temos um jogador individualmente forte. Temos um grupo”, disse. O treinador ainda rasgou elogios aos garotos do grupo sub-20 e creditou os dois gols sofridos a qualidade das finalizações dos jogadores adversários. “Não vi nenhum tipo de superioridade em cima do nosso grupo”, enfatiza. Sobre Chico Branco, Ventura afirma não ter tido nenhum problema com o jogador e, inclusive, revela que “todo o sistema de jogo estava sendo feito justamente para ele”.

COMENTÁRIOS ( )