Tera-Feira, 22 de Setembro de 2020 |

Série Ouro é adiada e presidente da Rabelo acredita em cancelamento da competição

Celso Rovani crê que cancelamento ocorra por conta do tempo que cada vez fica mais curto com os adiamentos

Por Redação em 07 de Agosto de 2020

"Rovani concorda com o adiamento do início da competição" (Foto: Divulgação)


O início da Série Ouro de Futsal deste ano estava programado para ocorrer no dia 22 de agosto após comunicado da Federação Gaúcha de Futebol de Salão (FGFS). No entanto, por conta da Pandemia, o início foi mais uma vez adiado e uma nova reunião com os clubes está marcada para o dia 24 de agosto para definir o futuro da competição.

Anteriormente, a Rabelo F.C, faria sua estreia no dia 05 de setembro e há um mês o clube teve que parar de treinar, conforme conta o presidente, Celso Rovani. “Começamos os treinos, mas o prefeito decretou o fechamento de todos os ginásios e tivemos que parar de treinar, o que é ruim”, lamenta.

No entanto, Rovani concorda com o adiamento do início da competição porque não haveria tempo suficiente para os jogadores fazerem a preparação física e tática o que traria menor qualidade aos jogos.

Liberação dos treinos

O presidente ainda acrescenta que está sendo marcada uma reunião com o prefeito em exercício, Valter Slayfer para solicitar a liberação dos treinos físicos ao menos, o que em outras cidades onde a AVGF e ASSOEVA treinam ocorre.

Sobre a reunião, Rovani espera que o pedido seja atendido, mas após uma semana. “Não digo de imediato, mas ele vai pedir mais uma semana. Eu acredito nisso. Claro que haverá algumas regras. Não se trabalha com bola e só preparo físico, porque tem como trabalhar a distância e com todos. Então isso vai ajudar um monte e depois quando puder com bola após ser liberado”, lembra.

Futuro

Rovani também acredita que o futuro da Série Ouro deste ano seja o cancelamento por conta do tempo que cada vez mais fica curto para que a competição ocorra. “A não ser que façam somente uma eliminatória porque o campeonato em si vai ser meio difícil. Só se eles quiserem invadir janeiro, fevereiro. Mas e ano que vem como fica? Tem ano de férias, de descanso e a preparação para as competições de 2021”, indaga.

Sobre o pagamento dos atletas e comissão técnica, o presidente informou que há o acerto para que só recebam por tempo trabalhado. “Enquanto não estão trabalhando não estão recebendo. Esse é o acerto que temos até porque as coisas estão muito difíceis para muitas empresas”, conclui.

COMENTÁRIOS ( )