Domingo, 29 de Novembro de 2020 |

Apenas 87,59% dos votos foram considerados válidos no pleito de domingo

Eleição foi marcada pela quantidade de votos brancos, nulos e abstenções, somando mais de 48 mil pessoas invalidando sua escolha

Por Redação em 20 de Novembro de 2020


No último domingo, 15/11, 95.713 mil eleitores se dirigiram a uma das seções eleitorais para escolher, além do prefeito, os seus candidatos a ocuparem a Câmara de Vereadores de 2021 até 2024. De todo eleitorado, apenas 83.837 mil votos foram validados, equivalente a 87,59% do total de votos. Isso porque 6.278 mil foram brancos e 5.598 mil foram anulados. Outras 36.648 mil pessoas abstiveram e optaram por não votar.

Dos 17 eleitos para ocupar uma cadeira no Legislativo nos próximos anos, sete conquistaram a reeleição. São eles: Cristiano Schumacher (PTB), Neuza do Salgado (MDB), Júlio Bala (MDB), Preto (MDB), Zézo (PDT), Leandro Tur (PT) e Celmir Martello (DEM). Além deles, outros dois vereadores retornaram a casa após um tempo fora: Beto Goleiro (PL) e Nadir Machado (PTB) também foram eleitos.

Não conquistaram a reeleição os vereadores Airton Pacheco (MDB), Darci Barth (PL), Arlindo Slayfer (PSD), Branquinho Borges (PP), Reginaldo Rocha (PSB) e professora Cláudia (PP). Já os vereadores Juliano Marinho (PSD), Irmã Sara (Republicanos), Gerson Luís (PTB) e Nelsinho Fernandes (PTB) não concorreram a reeleição por uma cadeira na Câmara.

Com sete vereadores reeleitos, dez estão chegando na Câmara. Além de Nadir e Beto Goleiro, que já ocuparam cadeiras no passado, mas que estavam fora dessa legislatura; existem oito parlamentares estreantes. São eles: Rodrigo Mendes (Republicanos), Professor Juliano Nascimento (PSB), Alexandre Espeto (PSD), Daniel Bordim (DEM), Oliane Santos (Cidadania), Giovana (PT), Rodrigo Schim (PL) e Cristiano Oliveira (PP).

Entre todos os vereadores, Cristiano Schumacher (PTB) foi novamente o mais votado. O título, conquistado pela terceira vez consecutiva, é um recorde do Legislativo de Alvorada. Com os novos vereadores, a composição de bancadas ficou a seguinte: três do MDB, dois do PTB, dois do PL, dois do PT, dois do DEM, um do PDT, um do PP, um do Republicanos, um do PSD, um do PSB e um do Cidadania.

Um dos novos vereadores é Cristiano Oliveira, que se candidatou pela primeira vez e já irá assumir uma cadeira. O candidato foi eleito com 852 mil votos. “A minha campanha foi feita pela minha família e amigos. Foi uma campanha pobre quando comparada com outras campanhas e sem o fundo partidário. Eu acho que consegui me eleger porque a minha faixa etária quer uma renovação e isso foi visto nas urnas” salienta.

Oliveira, que foi candidato pelo PP, apresentou algumas das bandeiras que pretende defender em seu primeiro mandato como vereador da cidade. “Quero defender o respeito ao dinheiro do contribuinte e fazer a fiscalização de verdade nas contas do Executivo e do Legislativo. Além disso, também vamos buscar recursos e parcerias para desenvolver as comunidades de Alvorada”, finaliza o vereador.

COMENTÁRIOS ( )