Quarta-Feira, 26 de Julho de 2017 |

Catamarã completa um ano de atividades

Em feriados, folgas ou finais de semana muitas pessoas gostam de passear por lugares diferentes do cotidiano, buscando ter outras experiências e relaxar.

Por Redação em 19 de Outubro de 2012

"Catamarã completa um ano de atividades"


Hoje – Conduzido pela empresa CatSul, a travessia tem duração média de 20 minutos e passa pelos principais locais da costa da capital. Para fazer o passeio hoje o custo é de R$ 7,25 por trecho. O valor pago pode ser em dinheiro, cartão de débito (Banricompras, Visa e Master), além do cartão TEU e a compra dos bilhetes é realizada nos terminais Hidroviários de Porto Alegre e de Guaíba. O acesso até o catamarã pode ser por transporte público quanto carro particular com estacionamento no local de embarque.
De Porto Alegre a Guaíba, a primeira viagem é às 6h e a última às 19h, de hora em hora. De Guaíba a Porto Alegre, o primeiro horário é às 6h30min e o último às 19h30min, também de hora em hora.
Aos sábados, domingos e feriados, os horários são reduzidos, com a primeira viagem de Porto Alegre às 7h30min e de Guaíba às 8h, não havendo preços diferenciados de passagens para menores.

Catamarã – Essa é a designação dada a uma embarcação com dois cascos (vulgarmente chamados "bananas"), com propulsão à vela ou motor, que se destaca por sua elevada estabilidade e velocidade em relação às embarcações monocasco. A sua origem é da Polinésia, e quando os navegadores europeus lá chegaram por mar, se surpreenderam com a grande velocidade dos catamarãs e sua estabilidade.

Passado - Em 28 de outubro a inauguração da travessia comemora um ano. Conforme a história relata, esta travessia acontecia desde 1953 quando cerca de 600 veículos e mais de mil passageiros, usuários de ônibus. A travessia era feita por quatro barcas adquiridas dos Estados Unidos e, conforme registros, elas haviam sido utilizadas pelos americanos durante a Segunda Guerra Mundial.
A falta de equipamentos de navegação adequados e as condições climáticas típicas do Rio Grande do Sul, com nevoeiros e ventos fortes, faziam com que o serviço fosse apenas diurno.
Paralelamente a isto, em meados da década de 50 começaram as obras de construção das pontes, inauguradas em 28 de dezembro de 1958. Com o estabelecimento da ligação entre as duas cidades, por via rodoviária e com o grande incremento da indústria automobilística, a travessia por barcas acabou sendo desativada no início dos anos 60.
O crescimento populacional das duas cidades ao longo das décadas e o consequente aumento de tráfego de veículos nas pontes, exigiu novas alternativas.

Passeio - A Prefeitura de Guaíba, através da sua Secretaria de Turismo, Desporto e Cultura/Setudec disponibiliza a Linha Turismo. Em um ônibus especial, modelo jardineira, o passeio conta com guia turística e tem duração de 1 hora e passa pelos principais pontos turísticos da cidade.
A Linha Turismo opera de terça a domingo, das 10h30 às 16h30. O ponto de partida e de chegada é a Hidroviária de Guaíba. O valor do passeio nos dias de semana (segunda a sexta-feira) é de R$ 7,00 por pessoa e nos finais de semana (sábado e domingo) e feriados de R$ 8,00.

COMENTÁRIOS ( )