Sábado, 18 de Novembro de 2017 |

Comitiva do Executivo viaja para Brasília na busca de recursos

Prefeito e secretários de Obras e da Saúde estiveram reunidos com representantes do Governo Federal

Por Redação em 13 de Outubro de 2017

"Entre as pautas tratadas com os ministérios estava a reabertura da UPA 24 Horas" (Foto: Arquivo A Semana)


Na última semana, o prefeito, José Arno Appolo do Amaral (PMDB), acompanhado dos secretários de Obras e Viação, Valdemir Martins; e da Saúde, Neusa Abruzzi, estiveram em Brasília. Na pauta esteve a busca por recursos e melhorias para as duas secretarias junto ao Governo Federal, além de questões referentes à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas.

Além dos dois secretários, o prefeito Appolo também participou de reuniões com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; e do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra; outros projetos, referentes ao saneamento básico, obras na cidade e a rede de asfalto do município. O líder do executivo também participou de reunião com representantes da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS) sobre a UPA 24 Horas.

Saúde

Na área da saúde, a titular da pasta, Neusa, foi até o Ministério para solicitar o aumento do prazo para a reforma e ampliação das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e academias de saúde. Segundo ela, o recurso está parado no município desde 2013 e, quando a SMS fez a atualização, teve seu parecer negado e, por isso, foi realizada uma reunião técnica para solicitar esse novo prazo.

“Nós apresentamos para eles que já estamos com as planilhas orçamentárias atualizadas e que já estamos em processo de licitação. Inclusive entregamos os números dos processos para eles. Nós justificamos que não queremos perder este recurso porque quem sairá prejudicado é a população. Por isso pedimos para que houvesse essa liberação e nós já solicitamos esse pedido. Só estamos aguardando a resposta”, relata Neusa.

Além disso, ela aproveitou a oportunidade e protocolou o pedido de quatro novas ambulâncias para o setor de remoções da cidade. Segundo Neusa, essa nova portaria é recente e o pedido condiz com o número de habitantes de Alvorada.

Já sobre a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas, Neusa relatou que houve uma reunião com representantes da FAMURS e prefeitos de cidades que aguardam novidades. Conforme a titular da pasta, Alvorada tem o interesse de ter o prédio concedido ao município para que se possa abrir um pronto atendimento até 24 horas ao invés de um de 24 horas.

“Caso eles não nos autorizem, nós apresentamos uma segunda proposta, que é a devolução do dinheiro de forma parcelada. Nós contamos com a sensibilidade do Ministério da Saúde e com o apoio de alguns deputados que tem consciência de que o município não tem condições de arcar com estas despesas. A gente está pedindo a concessão do prédio para que possamos fazer algo que atenda a nossa comunidade”, conta a secretária.

Obras e Viação

O secretário de Obras e Viação (SMOV), Valdemir Martins, também esteve em Brasília e apresentou três projetos junto aos ministérios. Dois deles são voltados para a pavimentação do município: o primeiro deve contemplar 46 ruas, além da Avenida Presidente Getúlio Vargas e a Frederico Dihl. Já o segundo deve destinar dois milhões também para o asfaltamento de vias. Já o terceiro é para o saneamento básico do município. Os recursos giram em torno de cinco milhões de reais.

Segundo o titular da pasta, os projetos foram apresentados e protocolados e agora a SMOV está aguardando a resposta do Governo Federal sobre os projetos e recursos. Entretanto, existe uma expectativa positiva por parte do Executivo. “Nós já nos cadastramos e estamos aguardando. Porém temos esperanças, pelo que ouvimos, de que podemos sim ser beneficiados”, finaliza Martins.

COMENTÁRIOS ( )