Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021 |

Empresas de energia apresentam cronogramas de obras, com início das entregas em 2021

Alvorada será contemplada através da Pampa Transmissão de Energia

Por Redação em 05 de Março de 2021

"São diversas obras sendo realizadas no estado, entre elas, uma contempla Alvorada" (Foto: Divulgação)


O Comitê de Planejamento Energético (COPERGS) realizou a primeira reunião do ano. Mais de cem pessoas ligadas ao setor energético acompanharam o encontro, que trouxe atualizações das obras de Subestações (SEs) e Linhas de Transmissão (LTs) de energia elétrica dos lotes 10 a 14, do leilão 4/2018, e do lote 1 do leilão 2/2019. A estimativa é de R$ 6,1 bilhões em investimentos e geração de mais de 13 mil empregos diretos.

As obras aumentarão significativamente a capacidade de transmissão, as quais permitirão o escoamento da energia produzida por futuras unidades de geração, tais como eólica, na metade sul e litoral norte do Estado, além de qualificar o abastecimento de energia nas regiões de Caxias do Sul, Porto Alegre e Região Metropolitana. No total, serão agregados 7,6 gigavolt-ampere (GVA) ao sistema eletroenergético gaúcho.

O diretor do Departamento de Energia da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA), Eberson Silveira, esclarece que as obras acompanhadas pelo COPERGS são projetos considerados estratégicos para o governo do Estado. "As obras apresentadas integram os projetos estruturantes para o Rio Grande do Sul devido à importância dessas iniciativas para a população gaúcha", disse o servidor.

Para o secretário em exercício da SEMA, Paulo Pereira, os resultados apresentados na reunião se devem ao empenho por parte do Estado e das empresas. "Foi um esforço coletivo para chegarmos até esse momento, em que estamos vendo as obras progredindo e podemos ter a certeza do cronograma das obras, com início das entregas ainda em 2021 ", afirma o responsável pela pasta.

Alvorada

A Pampa Transmissão de Energia tem previsão de entregas em 2021 e em 2022. Ela faz parte do lote 13 de 2018 e serão investidos R$ 776,8 milhões. Além disso, vão ser gerados 1.942 empregos para atender Capiravi do Sul, Alvorada, Viamão, Dois Irmãos, Ivoti, Lindolfo Collor, Taquara, Capela de Santana, Montenegro, Portão, São Sebastião do Caí, Santo Antônio da Patrulha, Araricá, Eldorado do Sul, Glorinha, Nova Hartz, Parobé, Sapiranga, Charqueadas, Triunfo e Gravataí.

Durante a reunião, também esteve em pauta a criação de Subcomitês Setoriais de Energias Renováveis e de Infraestrutura de Transmissão de Energia Elétrica. Por meio dos subcomitês, serão avaliados o mercado de energias renováveis e a competitividade dos projetos. Os grupos auxiliarão na quantificação dos projetos existentes para geração de energia e trabalharão na adequação do sistema eletroenergético gaúcho às necessidades de inserção de novos projetos de produção de energia elétrica.

COMENTÁRIOS ( )