Sexta-Feira, 07 de Outubro de 2022 |

Jogadores do Borges Futsal raspam a cabeça em solidariedade a Jarlei Borges

O fundador e dono time está enfrentando o câncer pela quarta vez e contou com o apoio do elenco

Por Redação em 15 de Agosto de 2022

"A ação do time fez com que mais pessoas soubessem da situação de saúde de Jarlei e do gesto de solidariedade do elenco" (Foto: Divulgação)


Quem esteve no Ginásio Tancredo Neves na noite de sexta-feira, 05/08, foi impactado por uma cena emocionante. Todo o time do Borges Futsal, ao entrar em quadra pela semifinal, estava com a cabeça raspada. A atitude que chamou a atenção tinha um objetivo: se solidarizar e apoiar o dono e fundador da equipe, Jarlei Borges, que luta contra um câncer pela quarta vez.

No dia seguinte, a equipe divulgou nas redes sociais um vídeo que mostra Borges raspando a cabeça – prática adotada por quem inicia a quimioterapia – e os atletas do time chegando para apoia-lo e cortar o cabelo também. Até o fechamento desta edição, mais de 44 mil pessoas assistiram o vídeo e cerca de duas mil pessoas curtiram a postagem na página do clube.

Um dos responsáveis pela ideia foi Eduardo Soares, mais conhecido como Dudu, que joga no time desde 2018. Ele conta que teve a ideia de raspar. Quando falou com o irmão de Borges, viu que ele faria o mesmo e teve a ideia. “Eu fiz um grupo do time para e ver quem pode ou não, por causa dos seus trabalhos, mas na hora todos concordaram, e deu a coincidência de ser bem perto da semifinal do municipal”, explica o jovem.

Contudo, mesmo com todos os jogadores topando, ele não imaginava que a repercussão seria tão grande e impactaria tanta gente. “A minha ideia era só raspar como se fosse pra dar um incentivo para ele, pois era o mínimo que eu e o restante poderia fazer pelo que ele faz por nós. Ele é um paizão de todos. Para nós ele nunca diz não e sempre dá um jeito para tudo”, afirma Soares.

Agora o time se prepara para a final do campeonato e também para apoiar Borges durante a luta contra a doença. “Nosso time mais do que nunca está jogando por ele, é o mínimo que podemos fazer por ele nesse momento. O nosso vestiário mais do que nunca todos falam: ‘hoje é pelo Jarlei e mais ninguém’, A emoção que ele fica não tem palavras”, finaliza o atleta.

Quem também faz parte da equipe e participou da ação foi Léo Borges, que joga na ASSOEVA e foi convocado para a seleção brasileira de futsal sub-20. Ele explica que o Jarlei sempre foi uma pessoa que pensou em ajudar o próximo e o time quer mostrar que ele não está sozinho nessa batalha. “Quando veio o assunto de raspar a cabeça, o grupo todo do Borges não pensou duas vezes”, relata o ala.

Por causa disso, o atleta acredita que todos seguirão apoiando e torcendo por Jarlei neste momento. “Um sentimento de família, um sentimento de amor e de força. O Jarlei nos transmite força e luta desde sempre. Hoje, mais do que nunca, estamos todos juntos. Sempre foi um prazer e uma alegria enorme vestir a camisa do Borges e tratando do Jarlei sendo o presidente, isso se torna muito mais”, encerra Léo Borges.

Todas essas ações e relatos motivam Jarlei a seguir lutando contra o câncer, que retornou pela quarta vez. “Aquele momento foi aonde senti tudo o que podia sentir. Eu não sabia que eles iam fazer isso. Eu estava cortando o meu cabelo e os 16 cortaram comigo. Foi um momento muito emocionante e que me fez ver que não estou sozinho”, pondera o empreendedor.

Ele afirma que, por mais que muitos pensem que cortar o cabelo é um gesto simples, foi muito emocionante sentir esse apoio – algo que ele acredita que vai ajudar muito ao longo dos dois próximos meses de tratamento. Essa força maior que ele tem também vem da esposa e dos três filhos. Além da quimioterapia, Jarlei também está tomando injeções para aumentar a sua imunidade.

Um dos motivos disso é tentar ir no Ginásio na sexta-feira, 12/08, quando acontece a final da competição – algo que ele acredita que será possível com os cuidados necessários. “O sentimento é enorme. É muito gratificante ser campeão dentro da tua cidade, mas o que eu mais quero é a minha cura. Se o título vir, será bem-vindo e sei que os guris estão focados”, encerra Jarlei.

COMENTÁRIOS ( )