Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020 |

Moradores reclamam de não ter recebido a primeira parcela do auxílio-emergencial

São diversos os relatos de quem segue em análise e sem receber os R$ 600 da União

Por Redação em 21 de Agosto de 2020

"Na semana do pagamento da primeira parcela, ambas as agências da cidade registraram longas filas" (Foto: Arquivo A Semana)


Enquanto a Caixa Econômica Federal já está divulgando o calendário de pagamento da quarta parcela do auxílio-emergencial, existem alvoradenses que seguem sem receber sequer a primeira parcela dos R$ 600 do Governo Federal. São diversos os relatos nas redes sociais de pessoas que seguem com o seu benefício em análise em meio a pandemia do coronavírus.

O advogado Matheus Wunder afirma já ter recebido cerca de 20 alvoradenses que alegam ter o direito do auxílio-emergencial, mas que ainda não receberam nenhuma parcela do benefício. Segundo ele, a maioria dos relatos é de que o processo está em análise ou constatando problemas que não existem. “Já recebi registros alegando que o beneficiário está preso quando a informação não procede”, salienta o advogado.

Um caso como esse é o de Pedro Alex Fernandes Aquino, morador do Bairro Umbu e que não consegue receber. No início alegaram que ele estava preso e, depois de recorrer, o processo não sai da análise. “Me disseram que a segunda está em análise, mas não recebi nem a primeira. Quando vou na agência eles me atendem mal e dizem que preciso esperar”, confessa o alvoradense.

A reportagem do Jornal A Semana entrou em contato com a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal para compreender os motivos da demora em realizar o pagamento do benefício. Além disso, foi tentado consultar no portal da transparência se o recurso havia sido pago, mas o sistema estava apresentando instabilidade. Contudo, não se obteve retorno até o fechamento desta edição.

Número de desempregados

A reportagem do Jornal A Semana entrou em contato com a Associação Comercial e Industrial de Alvorada (ACIAL) para compreender o impacto da pandemia na economia, contudo ainda não existe um levantamento do número de desempregados e de comércios fechados na cidade. Já o SINE de Alvorada informou que, desde março, já foram solicitados 3.333 seguros-desemprego na agência do município.

Novo horário de atendimento

A Caixa Econômica Federal informou o novo horário de atendimento nas agências do país. Desde terça-feira, 18/08, as agências passarão a funcionar das 8h às 13h para o atendimento a serviços essenciais. O banco reforça que não será preciso madrugar nas filas, pois todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento serão atendidas. Até então, o horário de atendimento era das 8h às 14h.

COMENTÁRIOS ( )