Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017 |

Senhora Aparecida como centro de religiosidade

A Romaria em Honra a Nossa Senhora Aparecida que acontece em Alvorada há 19 anos, vem crescendo a cada 12 de outubro. E esse ano não foi diferente.

Por Redação em 19 de Outubro de 2012

"Senhora Aparecida como centro de religiosidade" (Foto: divulgação)


A Romaria em Honra a Nossa Senhora Aparecida que acontece em Alvorada há 19 anos, vem crescendo a cada 12 de outubro. E esse ano não foi diferente.
Na sexta, dia da Padroeira do Brasil e feriado nacional, a Mãe de Deus congregou mais de 20 mil pessoas de todas as idades na caminhada de seis quilômetros iniciada na avenida Frederico Dihl e que se estendeu até o terreno em que será erguido o Santuário de Aparecida, no bairro do mesmo nome.
Extrapolando a “paroquialidade”, como comenta o padre Lula – Luis Inácio Flach, participam do evento não só fiéis alvoradenses, como também de outras crenças e cidades. Além dos católicos, também umbandistas, espíritas e outras denominações religiosas da Região Metropolitana compareceram com grande devoção à Maria, Mãe de Jesus e dos que creem em sua interseção junto a Deus Pai.
Como acontece em outras manifestações religiosas originalmente católicas, foram muitas as promessas cumpridas em agradecimento a graças alcançadas junto a Deus por intermédio da Santa Maria.
Mas o grande momento foi a Santa Missa, presidida por Dom Jaime, bispo do Vicariato de Gravataí, juntamente com os padres Libanor Picetti da Paróquia Santo Antônio, Lula da Paróquia São José Operário, Alexandre Chaves da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, Carlos da Paróquia Santa Edviges e Luciano da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, anfitrião do evento, além dos diáconos Antônio, Salvador, Luís e Gelásio.

COMENTÁRIOS ( )