Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020 |

Stela Farias: “As pessoas me procuram e dizem que eu sou a última esperança”

Candidata do PT afirma ser a mais capacitada para solucionar os problemas da cidade no pós-pandemia

Por Redação em 30 de Outubro de 2020

"Stela recebeu a reportagem do Jornal A Semana em sua casa, no Bairro Passo do Feijó" (Foto: Guilherme Wunder)


O Jornal A Semana dá sequência a série de entrevistas com os candidatos a prefeito no pleito deste ano. Na quinta reportagem, foi conversado com a candidata Stela Farias (PT), que ao lado de Tiano Caduri (PDT), busca vencer a eleição deste ano. Eles formam a coligação ‘Unidade Trabalhista e Popular’ para buscar o voto do eleitorado no dia 15 de novembro.

Campanha

Um dos primeiros questionamentos feitos à política foi da aceitação da campanha nas ruas. “Está se confirmando o que vemos nas pesquisas, até porque não fazemos pesquisas para nos enganar. Nós estamos vendo nas ruas por onde caminhamos que existe uma convicção forte de que vou vencer as eleições e de que represento a melhor proposta para a cidade e eu fico feliz em ver isso”, salienta Stela.

Projetos

Já está disponível no site do TSE os planos de governo dos seis candidatos a prefeito. Lá é possível saber quais as principais propostas que cada candidato tem para a cidade a partir de 2021. A candidata do PT foi questionada sobre os pontos mais importantes de seu planejamento e citou três deles: o aumento de tempo de permanência do aluno na escola, a dinamização da economia local e a saúde.

Stela afirma que vai investir muito na educação com projetos dentro da rede municipal de ensino. “A gente quer perseguir muito a educação integral. Nós temos o compromisso em ter pelo menos uma escola em tempo integral funcionando no nosso mandato. A gente também vai implantar o ‘Mais Educação’ no turno inverso da escola para oportunizar educação e cultura a nossa juventude”, justifica a política.

Outro setor considerado prioridade é o desenvolvimento econômico pós-pandemia. “Nós queremos construir ainda no primeiro ano o microcrédito para o comerciante. Além disso, queremos implantar uma política municipal onde a compra de insumos e contratação de serviços para a Prefeitura seja feito com prestadores de dentro da cidade”, pondera a candidata a prefeito.

A ideia de Stela é que a Prefeitura auxilie na dinamização da economia local com o microcrédito, a compra dentro do município, a economia solidária e até uma espécie de moeda local. Ela relata que, com essas medidas, é possível incentivar que os alvoradenses gastem dentro do município para que assim a economia local ganhe forças numa retomada pós-pandemia do coronavírus.

A política aproveitou a oportunidade para apresentar outra proposta que tem relação com a pandemia, mas relacionada a área da saúde. “Nós queremos ampliar o atendimento da saúde e, para isso, queremos abrir concurso para médicos já nos primeiros meses do governo. Além disso, a gente pretende ampliar o atendimento de pelo menos quatro postos de saúde até às 22h”, salienta Stela.

Pós-pandemia

Muito se fala do novo normal e a candidata foi questionada sobre o futuro da cidade pós-pandemia. “Nós estamos focados em transformar nossas escolas, postos de saúde e CRAS em espaços de acolhimento para a nossa população. Nós queremos que o título de capital da solidariedade seja vivido na prática. Além disso, a gente vai cumprir com as obras que estão em andamento na cidade. Nós vamos fazer”, desabafa a candidata.

Coligação

A coligação de Stela Farias é intitulada ‘Unidade Trabalhista e Popular’ e conta com três partidos – que hoje somam dois vereadores. Contudo, por mais que a coligação projete aumentar o número de cadeiras, não existem garantias de que a coligação terá a maioria da Câmara. Por isso, a política foi questionada sobre como pretende ter governabilidade.

Contudo, ela afirma que terá sim governabilidade porque governará diferente dos demais e focará na população. “A gente vai buscar o diálogo e o debate republicano com o Legislativo. Nós sabemos que a maioria dos vereadores tem um compromisso com a cidade e nós vamos buscar esses nomes para ter um diálogo comprometido com Alvorada e sem desistir de construir a aliança com o povo”, afirma Stela.

Pontos sensíveis

Existem alguns pontos sensíveis e que Stela vem sofrendo com ataques nas redes sociais: o antipetismo, o caso do Banco Santos e o mandato como deputada estadual. Nesse último, muitos ataques apontam que ela teria abandonado a cidade enquanto parlamentar. Contudo, ela não vê esses pontos atrapalhando a candidatura porque, segundo ela, tem argumentos para contrapor a esses temas.

Sobre o antipetismo, ela alega que isso não deve atrapalhar porque o foco não é defender o partido e sim trabalhar contra a fome e pela economia.

Um exemplo é quando atacam seus três mandatos na Assembleia. “Eles seguem atacando e dizendo que eu não fiz nada, mas isso não é verdade. Não tem uma obra do Governo Federal que não tenha passado pela minha mão. Eu participei de reuniões pelo IFRS, a DEAM, o Minha Casa Minha Vida. Não existe nenhuma obra que eu não tenha me envolvido junto com os meus colegas de partido em Brasília”, justifica Stela.

Palavra final

A candidata foi questionada sobre uma mensagem ao povo alvoradense e isso foi o que disse Stela Farias. “As pessoas me procuram e dizem que eu sou a última esperança. O que melhor espelha essa campanha para nós é que a gente consegue trazer a esperança para as pessoas e se isso se concretizar nós sairemos vitoriosos. Nós também estamos preparados para os ataques e enfrentaremos isso de cabeça erguida”, finaliza a política.

COMENTÁRIOS ( )