Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017 |

Águas baixam e moradores retomam seu cotidiano

Após uma semana a reportagem do jornal A SEMANA voltou ao cenário.

Por Redação em 05 de Outubro de 2012

"Águas baixam e moradores retomam seu cotidiano" (Foto: Divulgação)


Após uma semana a reportagem do jornal A SEMANA voltou ao cenário de flagelo e destruição, presente no bairro Americana, tema de capa deste jornal em sua última edição. Para a felicidade e bem estar dos moradores, o cheiro de peixe impregnado na rua, juntamente com barro acumulado dá lugar a uma via com marcas de enchente e totalmente seca.
Ao contrário do que se pensava, os moradores não estavam aflitos e receosos com a possível vinda das chuvas para este final de semana, como é o caso do morador da última casa da rua Princesa Isabel, Marco Aurélio que confirmou que na terça-feira, 02/10 o nível das águas na via já havia baixado e não existia mais água. “Terça não tinha mais água e sabemos que para ocorrer novamente estas cheias tem que chover três dias seguidos e cerca de 90mm como aconteceu na última semana”, relatou ele.
A aposentada Rosalina Alves da Cunha também falou dos itens que perdeu na última enchente e como aconteceu as cheias. “Estragou sofás, colchão e outros utensílios. Estamos arrumando o que estragou e devagar voltando ao nosso dia a dia”, disse ela.
Recursos para atingidos - foi elaborado na segunda-feira, 01/10, por comissão que reúne integrantes de algumas secretarias municipais, Gabinete do Vice Prefeito e Defesa Civil, documento que pleiteia recursos do Estado e União para atender às comunidades atingidas pelas intensas chuvas que voltaram a se abater sobre a cidade, neste início de mês.

COMENTÁRIOS ( )