Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018 |

Corsan apresenta PPP à população em audiência

Evento aconteceu em Canoas e contou com representantes dos nove municípios beneficiados

Por Redação em 08 de Dezembro de 2017

"A etapa é requisito para o edital de licitação que deve ser lançado em janeiro do próximo ano. " (Foto: Divulgação)


Na última semana, em audiência pública, foi apresentada à população a parceria público-privada (PPP) para coleta e tratamento de esgoto em nove municípios da Região Metropolitana. A etapa é requisito para o edital de licitação que deve ser lançado pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) em janeiro do próximo ano.

Realizada na Ulbra, em Canoas, a audiência cumpriu mais um passo para a efetivação da PPP que promoverá a universalização do esgotamento sanitário em nove municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre: Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão.

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Estatal, participaram 269 pessoas, entre moradores dos municípios incluídos no processo, representantes das administrações e legislativos municipais e estadual e membros de entidades representativas da região e do setor de saneamento. A audiência teve a duração de três horas, período em que as autoridades presentes manifestaram-se, o projeto de PPP foi detalhado por representantes do corpo técnico da Corsan e os participantes tiveram a oportunidade de diminuir as dúvidas, por meio de perguntas escritas ou orais.

De acordo com o presidente da Corsan, Flávio Ferreira Presser, a modelagem de PPP apresentada foi desenvolvida levando em consideração o que deu certo e o que deu errado em outras PPPs similares implementadas até agora. Uma delas é a adoção de um dispositivo que permite uma intervenção caso o parceiro privado não cumprir com seus compromissos de financiamento, assegurando a continuidade na prestação do serviço. Presser lembrou que a PPP é somente para o esgotamento sanitário, e que o abastecimento de água continuará sendo feito pela Corsan, assim como a relação com os municípios e os usuários dos serviços da Companhia.

Todas as perguntas e sugestões trazidas pela população ao processo de PPP serão publicadas no site www.parceriacorsan.com.br, assim as respostas dadas, a ata da audiência e a lista de todos os 267 participantes. O próximo passo do processo de implantação da PPP será a abertura do processo licitatório, que deverá ocorrer entre dezembro de 2017 e abril de 2018, da assinatura do contrato (entre abril e junho/2018) e posteriormente o acompanhamento da gestão da parceria, a partir da assinatura do contrato.

COMENTÁRIOS ( )