Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020 |

CORSAN desenvolve projeto ‘Juntos em Casa’ para crianças que estão em suas residências durante a pandemia

Projeto funciona através das redes sociais e apresenta atividades lúdicas relacionadas a sustentabilidade

Por Redação em 11 de Setembro de 2020

"Projeto está sendo desenvolvido nas plataformas digitais para ser acessado durante a pandemia" (Foto: Matheus Pfluck)


Em julho deste ano, a Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN) lançou o projeto ‘Juntos em Casa’. A proposta, desenvolvida pela Diretoria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, é de preparar atividades lúdicas para que as crianças que estão em casa durante a pandemia possam aprender mais sobre o uso consciente da água e a importância dela para a saúde.

Esses aprendizados acontecem por meio de brincadeiras, jogos e atividades que as crianças aprendem melhor e entendem mais facilmente como atuar em uma realidade complexa como a que estamos vivendo neste momento, devido à pandemia. O projeto ‘Juntos em Casa’ faz parte da Plataforma H2OJE que foi lançada em 2019 pela CORSAN. O site tem em média 60 acessos diários.

A ideia é poder aumentar ainda mais esse número. Pensando nisso, a CORSAN irá divulgar a plataforma na Semana Interamericana da água e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS). A plataforma possui um espaço pedagógico dedicado aos educadores. Nele é disponibilizado, os episódios da série animada ‘Patrulha da Água’, planos de aula e oficinas com atividades a serem aplicadas.

Patrulha da Água

A animação ‘Patrulha da Água’ conta com oito episódios, onde de forma lúdica e imaginativa, a turma de personagens, como têm de ficar em casa, resolvem compartilhar com a meninada as brincadeiras e atividades que estão desenvolvendo durante a quarentena. Isso porque, segundo a CORSAN, o lúdico é uma maneira de desenvolver a criatividade e os conhecimentos das crianças.

Cada episódio leva a criança a vivenciar, de forma lúdica, problemas e soluções para preservar os recursos hídricos e o meio ambiente como um todo. Além disso, também a cada episódio, é disponibilizado um plano de aula para vivenciar na escola e no meio que a criança estiver inserida os temas vividos pelos personagens. Isso pode ser aplicado nas salas de aula.

Atualmente a CORSAN está realizando um curso de formação de professores da bacia hidrográfica do Rio dos Sinos, onde explica como utilizar os materiais da Plataforma h2oje, mas por se tratar de uma plataforma online, todos tem acesso aos materiais. A CORSAN pretende lançar a plataforma junto a FAMURS para que todos os municípios saibam dos materiais disponíveis e possam utilizar em aula.

Objetivos do projeto

A proposta do projeto é criar consciência ambiental a partir de uma transformação cultural. Para isso, a CORSAN está desenvolvendo atividades, como games interativos e propostas pedagógicas nas escolas, para dialogar com o público infantil. A ideia é fomentar o aprendizado através da diversão.

Foi então que a CORSAN, em parceria com a SOLORA, desenvolveu o H2OJE, um sistema integrado que reúne informações e alerta sobre sustentabilidade ambiental. Os materiais são desenvolvidos por pedagogos, biólogos, engenheiros, enfim uma equipe multidisciplinar. O objetivo é trabalhar a educação ambiental firmando o compromisso de todos com o meio ambiente e desenvolvendo uma consciência ambiental.

O projeto foi desenvolvido para trabalhar educação ambiental tanto de maneira virtual, como o projeto ‘Juntos em Casa’, como de maneira presencial, através dos planos pedagógicos. O projeto prevê uma segunda fase, na qual será desenvolvida uma nova temporada para a série animada Patrulha da água e aprimoramento do game. Além disso, o projeto pode ganhar ramificações dentro das salas de aula, no pós-pandemia.

Para motivar os professores, foi desenvolvido o certificado ‘Professor Verde’, que tem o propósito de engajar os educadores, pois eles obtêm o selo verde, aplicando os planos pedagógico, repassando aos alunos os episódios da série animada ‘Patrulha da Água’, respondendo os testes pelo aplicativo; entre outras atividades. Até o momento, a CORSAN teve um retorno positivo dos professores quanto aos materiais.

COMENTÁRIOS ( )