Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020 |

Monitoramento de queimadas

O programa permite captar focos de calor a cada 48 horas, agregando maior controle com uma ferramenta de sensoriamento remoto

Por Redação em 07 de Agosto de 2020


A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA) vem monitorado com atenção redobrada a situação das queimadas no Rio Grande do Sul. As análises de dados disponíveis foram intensificadas principalmente após o agravamento da crise hídrica entre fevereiro e maio. O monitoramento é realizado de forma on-line, por meio do sistema disponibilizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Porém, nos últimos meses, a Sema adotou mais uma moderna ferramenta, com tecnologia da NASA, para acompanhar o comportamento das queimadas no Rio Grande do Sul. O programa permite captar focos de calor a cada 48 horas, agregando maior controle com uma ferramenta de sensoriamento remoto, possibilitando análises periódicas dos focos de incêndio não autorizados. Os dados, gerados remotamente, são recebidos por técnicos da secretaria.

COMENTÁRIOS ( )