Segunda-Feira, 01 de Maro de 2021 |

Perdas da estiagem

O enfrentamento aos problemas de falta d’água, inclusive para consumo humano, em mais de 400 municípios gaúchos iniciou em fevereiro

Por Redação em 22 de Janeiro de 2021


Tão longas quanto às duas estiagens que atingiram o Rio Grande do Sul este ano foi as batalhas dos integrantes da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca e Cooperativismo da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Adolfo Brito (PP), para obter recursos no intuito de minimizar os prejuízos e perdas no campo. O enfrentamento aos problemas de falta d’água, inclusive para consumo humano, em mais de 400 municípios gaúchos iniciou em fevereiro. Na reunião ordinária do dia 13, várias manifestações apontaram carência de ações do Executivo estadual para atacar o problema e ajudar os agricultores, que somavam perdas significativas nas lavouras de milho e soja. A missão dos parlamentares incluiu também a garantia de atualização semanal da EMATER sobre os efeitos da seca, destinação de recursos para os agricultores e para construção de poços artesianos e açudes.

COMENTÁRIOS ( )