Tera-Feira, 02 de Maro de 2021 |

Prefeitura promove ações de limpeza e conscientização sobre o descarte irregular de lixo no Distrito Industrial

Além da limpeza, também devem ser instaladas câmeras para coibir a prática na região

Por Redação em 05 de Fevereiro de 2021

"A Prefeitura já publicou um edital de cotação eletrônica de preço para contratação de empresa que vai retirar o lixo do local" (Foto: Guilherme Wunder)


A Secretaria de Serviços Urbanos (SEMSU) realizou na segunda-feira, 01/02, a retirada de focos de lixo no Distrito Industrial. O trabalho feito na Estrada da Palha resultou na retirada de pelo menos nove cargas de lixo – isso no trecho de chão batido, onde não há residências. A ação deve seguir até a esquina da Rua Arno da Silva Feijó, também no Distrito Industrial.

Todas essas cargas estão sendo levadas para o transbordo municipal. De lá elas devem ser transferidas para a destinação final correta. Para isso, a Prefeitura já publicou um edital de cotação eletrônica de preço para contratação de empresa. A contratada será a responsável pela coleta, transporte e destinação final dos materiais recicláveis, resíduos orgânicos e domiciliares. Os valores ainda não foram divulgados.

Em entrevista, o secretário da SEMSU, José Luís Correa, explicou que a ideia é manter o local limpo depois disso. “O Ministério Público nos notificou devido à situação que estava aquele trecho. Isso porque existem caminhões de fora da cidade que estão colocando lixo naquele trecho. Além da limpeza, nós também vamos instalar câmeras de videomonitoramento para fiscalizar a prática no local”, salienta o titular da pasta.

Segundo ele, a ideia é coibir a prática através da limpeza e, posteriormente, a fiscalização do local. “Isso é para benefício da população e proteção da cidade. Cada caçamba que tiramos da rua é menos um médico no posto de saúde, é menos merenda escolar. Nós gastamos muito com as caçambas de lixo que a gente tira por tudo o que envolve”, relata Correa.

Canal de denúncias

Contudo, Correa pede que o apoio da comunidade para manter o local limpo. Segundo ele, já foram multados alguns veículos – em valores que ultrapassam os R$ 5 mil – devido ao descarte irregular. Para isso, é necessário que exista o flagrante. Por isso, o secretário pede que as pessoas que presenciarem atos como esse façam o registro fotográfico do ato e do veículo para que seja possível multar os responsáveis.

COMENTÁRIOS ( )