Quarta-Feira, 08 de Fevereiro de 2023 |

Programa de Revitalização de Bacias Hidrográficas é apresentado aos municípios da Bacia do Rio Gravataí

A iniciativa foi apresentada no final da última semana para os gestores municipais

Por Redação em 02 de Dezembro de 2022

"Encontro com prefeitos e secretários demonstrou projeto que visa aumentar segurança hídrica na região" (Foto: Divulgação)


Com o objetivo de conscientizar e mobilizar os municípios que integram a Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí acerca das ações de revitalização, o Ministério Público Estadual apresentou o Programa Estadual de Revitalização de Bacias Hidrográficas. A ideia é contribuir para ampliar a segurança hídrica na região, promovendo o desenvolvimento ambiental, rural, social, educacional e econômico.

Fazem parte da Bacia, os municípios de Porto Alegre, Viamão, Alvorada, Cachoeirinha, Gravataí, Canoas, Glorinha, Taquara e Santo Antônio da Patrulha. O evento foi em parceria com a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), a secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (SEMA) e o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER).

Para o secretário da SEAPDR, Domingos Velho Lopes, esse é o caminho para conscientizar a sociedade gaúcha. “Temos que levar as pautas produtivas junto com as ambientais em paralelo, tendo atitudes complementares, buscando o compromisso do Estado com as questões ambientais, de sustentabilidade e biodiversidade, sem nunca perder o foco produtivo”, afirma o titular da pasta.

Já o diretor técnico da EMATER/RS-ASCAR, Alencar Rugeri, lembrou que essa pauta ambiental está no tripé da sustentabilidade – econômico, social e ambiental que precisa ser trabalhado no Rio Grande do Sul. “O tema é essencial. O produtor é o que mais depende da questão ambiental. E é só discutindo as ações para podermos buscar as soluções”, disse o gestor.

A titular da SEMA, Marjorie Kauffmann, afirmou que a finalidade da reunião foi potencializar esse programa. “De ter essa assistência técnica da EMATER/RS-ASCAR e o apoio do governo do Estado para a recuperação das áreas de nascentes, áreas de entorno de rios, que são recursos naturais importantes e que a sua recuperação na pequena propriedade reflete no bem coletivo”, enfatiza a secretária.

A promotora de Justiça da Promotoria Regional da Bacia do Gravataí, Roberta Teixeira, explicou que a finalidade foi apresentar o programa para que os municípios sejam parceiros do Ministério Público Estadual. “O grande problema da Bacia do Gravataí é o abastecimento, o uso da água, a escassez. Essas atividades, muito voltadas aos agricultores, já estão sendo desenvolvidas com o apoio da EMATER”, finaliza Roberta.

COMENTÁRIOS ( )