Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021 |

Três anos após anúncios de melhorias, ARECICAL fala das mudanças feitas no Transbordo Municipal

Entidade afirma estar sendo bem atendida pela Prefeitura e com boas condições de trabalho

Por Redação em 12 de Fevereiro de 2021

"Essa foi a primeira visita feita pelo Jornal A Semana após os anúncios em 2018" (Foto: Guilherme Wunder)


Há três anos, após anúncios de que haveria melhorias no Transbordo Municipal, o Jornal A Semana visitou o local. A ideia era compreender quais os investimentos que estavam sendo feitos e quais as reivindicações da Cooperativa dos Recicladores de Alvorada (COOREAL), que trabalhava naquela época. Eram diversas as reclamações que a entidade tinha sobre a estrutura.

Entre elas estavam às esteiras que não funcionavam, duas das prensas que estavam estragadas – e a única em funcionamento foi reformada pela própria COOREAL – e alguns problemas no telhado. Na época foram apresentados diversos prazos e justificativas pelos problemas apresentados pela entidade. Por isso, três anos depois, o Jornal A Semana voltou ao local.

O ponto de vista da entidade

Hoje a COOREAL não existe mais. No lugar dela está a Associação dos Recicladores de Alvorada (ARECICAL), hoje presidida por Maria Luiza Vicente. Ela conta que hoje a realidade no local é muito boa. Uma das esteiras está funcionando e duas das três máquinas de prensa também são utilizadas. Já a outra esteira e prensa está em processo de manutenção para voltarem à ativa.

Com isso, hoje tem bastante material para trabalhar e a relação com a Prefeitura para manutenção é boa. Tanto é que os telhados também serão reformados. “São três prensas. Duas estão funcionando e uma está no conserto. O telhado vai ser mexido agora. Isso porque o temporal dos últimos dias deu uma piorada, mas não temos do que nos queixar”, explica Maria.

Segundo a presidente, são pelo menos seis caminhões por semana e isso ajuda bastante no trabalho dentro da cooperativa. “Bom para nós seria ter mais coleta e olha que a gente tem bastante material para trabalhar. Hoje nós não ganhamos tão pouco. São oito pessoas trabalhando e cada uma ganha cerca de mil reais por mês. Isso em meio a uma pandemia”, finaliza a alvoradense.

O parecer do Executivo

O secretário de Serviços Urbanos (SEMSU), José Luís Correa, falou sobre a importância da reciclagem. “A gente está tentando dar mais suporte para aquela associação porque queremos que elas tenham um rendimento maior em seus ganhos. Isso porque a administração municipal ganha muito com isso. Cada tonelada que a gente conseguir trabalhar aqui é mais médicos na nossa cidade”, enfatiza o titular da pasta.

Segundo ele, está sendo trabalhada muito a coleta seletiva na cidade. “A nossa coleta seletiva está sendo feita com tranquilidade. Nós damos o caminhão e o motorista enquanto a associação nos cede o funcionário para fazer o recolhimento. É só ligar para o telefone (051) 3044.8676 para solicitar a coleta seletiva que a gente faz o cadastro para as pessoas serem contempladas”, justifica o secretário.

Por causa disso, o titular da pasta falou das reivindicações apresentadas pela ARECICAL para melhorar os serviços prestados no local. Segundo ele, todas as demandas estão sendo trabalhadas. “Nós vamos comprar as telhas, que é um processo demorado. A prensa já está sendo providenciada e a esteira nós vamos contratar uma empresa para fazer o conserto”, finaliza Correa.

COMENTÁRIOS ( )