Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021 |

Vereadores se reúnem em sessão, mas não apresentam projetos para apreciação

Sessão foi presidida pelo vereador Zézo, que substituiu o presidente Juliano Marinho na atividade

Por Redação em 27 de Novembro de 2020

"Cabe ressaltar que durante o mês de novembro somente um projeto foi votado e as outras sessões não tiveram pauta" (Foto: Guilherme Wunder)


A Câmara de Vereadores se reuniu na noite de terça-feira, 24/11, para mais uma sessão ordinária da atual legislatura. Contudo, na oportunidade, não houve nenhum projeto de lei apreciado e votado – nem do Executivo e nem do Legislativo. O vice-presidente Zézo (PDT) que realizou a sessão, substituindo o presidente Juliano Marinho (PSD), que não esteve na Câmara.

Com isso, após a leitura das correspondências que deram entrada na Câmara de Vereadores, o pedetista questionou se algum parlamentar gostaria de fazer uso da palavra. Como os vereadores presentes se absterem, a sessão foi encerrada. Cabe ressaltar que durante o mês de novembro somente um projeto foi votado e as outras sessões não tiveram pauta.

CPI da Educação

Atualmente existe uma CPI instaurada na Câmara de Vereadores para estudar os gastos da Secretaria de Educação (SMED) com a compra de tênis, de lousas digitais e a locação de caminhonetes. O processo é presidido pelo vereador Gerson Luís (PTB). Contudo, apesar dela estar em andamento, pouco vem se falando dela nas sessões ordinárias.

Questionado, o presidente da CPI explicou o que vem acontecendo com essa investigação. “Nós ainda não sentamos com a comissão qual a nossa iniciativa nesse final de legislatura. Eu creio que nós devemos encerrar o processo, afinal o governo não nos enviou nada até o momento. Nós não recebemos nenhum documento ou contrato solicitado”, salienta Gerson Luís.

O parlamentar também falou sobre os próximos passos. “Como nós não temos nenhum documento para fazer a análise de superfaturamento e as questões licitatórias. Senão recebermos isso nos próximos dias, nós vamos fazer um relatório explicando o ocorrido e encaminharemos ao Ministério Público. Assim eles vão solicitar esse material junto a Prefeitura”, finaliza o presidente.

COMENTÁRIOS ( )