Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018 |

Atual situação viária do município é pauta da Câmara de Vereadores

Secretário da SMOV havia sido convocado para prestar esclarecimentos e não pôde comparecer

Por Redação em 08 de Dezembro de 2017

"Mesmo sendo da base do governo, vereador Júlio Bala questionou a situação viária do município" (Foto: Guilherme Wunder)


A sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira, 05/12, foi tumultuada. Isso porque o secretário de Obras e Viação (SMOV), Valdemir Martins, não pôde comparecer na casa do Legislativo. O titular da pasta havia sido convocado pelos políticos na semana anterior para prestar esclarecimentos sobre a situação viária da cidade.

Durante o período em que as lideranças de bancada tiveram o espaço para falar, praticamente todos os partidos colocaram alguém na tribuna – exceto o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Todos os outros partidos (PT, PTB, DEM e PMDB) utilizaram do espaço para questionar a ausência do secretário da SMOV e as condições de trafegabilidade da cidade.

Um dos vereadores mais indignados era Celmir Martello (DEM). O político, que é oposição ao governo, destacou que, desde o início da atual gestão, vem cobrando a falta de atenção dada pelo Executivo às demandas apresentadas pela Câmara. “Nós demos uma oportunidade para o secretário expor os problemas que ele vem passando em frente à pasta. Nós solicitamos demandas e não somos respondidos. As nossas demandas não são atendidas e nós não recebemos nenhuma resposta”, desabafou Martello.

Outro vereador que utilizou do espaço na tribuna foi Júlio Bala (PMDB), que salientou os problemas das ruas do município. “É vergonhoso para nós vereadores, que vamos sair para a rua e pedir votos, ver uma rua neste estado. Ele deveria ter vindo aqui e fazer o debate com o legislativo. Ele tem que vir aqui e explicar para a gente o que a SMOV está fazendo. A comunidade quer explicações. Nossa casa foi desrespeitada”, ressalta o político.

Segundo o que foi lido pelo presidente da Câmara de Vereadores, Darci Barth (PMDB), o secretário Valdemir Martins já tinha um compromisso na data e, por isso, não pôde comparecer à convocação. Contudo, o Legislativo o convocou novamente, para a sessão da próxima semana. A ideia é conversar com ele e com a gerente da Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN) de Alvorada, Rosângela Hartmann.

Pedido de urgência

O poder Executivo encaminhou, em regime de urgência, o Projeto de Lei Nº 083/2017, que autorizava a contratação de funcionários na Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (SMTASC). O titular da pasta, Alexandre Lobão, acompanhou a votação, que aprovou o projeto. Apenas o vereador Celmir Martello votou contrário ao projeto.

Pauta do dia

Foram votados e aprovados dois projetos que estavam presentes na ordem do dia. O primeiro deles foi o Nº 046/2017, de autoria do vereador Cristiano Schumacher (PT) e subscrito por todos os legisladores. A proposta obriga as agências bancárias, lotéricas e similares no âmbito do município. Já a Comissão de Saúde da Câmara apresentou um ofício para a Secretaria de Saúde (SMS) solicitando melhorias nos serviços prestados.

COMENTÁRIOS ( )