Quarta-Feira, 18 de Outubro de 2017 |

Câmara aprova quatro projetos para redução de gastos do Legislativo

Vereadores aprovaram os quatro projetos por unanimidade

Por Redação em 10 de Fevereiro de 2017

"De acordo com o presidente Darci Barth, vereadores não terão seu aval para diárias em Porto Alegre" (Foto: Matheus Pfluck)


Com 15 minutos de atraso, em relação à hora programada de inicio, e com a presença de poucas pessoas, na tarde de terça-feira, 7/2, foram votados quatro projetos da Mesa Diretora da Câmara que buscam economia do Legislativo.
A sessão que ocorreu de forma extraordinária, não teve a presença dos vereadores Cristiano Schumacher (PT) e Claudia Girelli (PTB). Entretanto, os quatro projetos foram votados por unanimidade pelos edis, incluindo o projeto que autoriza a liberação de credito, no montante de R$ 117 mil, para a área da saúde. Os valores devem ser utilizados para cercamento de Unidades Básicas de Saúde que devem ser entregues à comunidade nos próximos meses. O único vereador que fez uso da palavra foi Celmir Martello (DEM), que mostrou-se a favor das medidas aprovadas.
Logo após a sessão, o presidente da casa, vereador Darci Barth (PMDB), concedeu entrevista para o jornal A Semana, no qual avaliou a aprovação dos projetos.

Jornal A Semana – Como o presidente avalia essa sessão?
Presidente Darci Barth - Acho que ouve unanimidade de todos vereadores para essas medidas que foram muito importantes. A regulação das diárias, onde haverá uma economia drástica das diárias. Antes as diárias eram feitas simplesmente por uma assinatura do presidente e hoje vai ter que ter a anuência do Plenário.

Jornal A Semana – Quanto a Câmara espera reduzir seus gastos com esses projetos?
Presidente Darci Barth - Não tenho bem ideia, mas acho que no mínimo uns 80% vamos reduzir. Não tenho valores, teria que comparar anos anteriores, mas posso dizer com toda tranquilidade, que vai reduzir violentamente. Muitos que vão precisar da minha assinatura para viagens até Porto Alegre, é só eu que assino. Está no artigo que pode ter se o presidente assinar, mas esse presidente aqui, não vai assinar. A não ser em caso excepcional. E fica limitado a uma viagem no país e tudo tem que ser comprovado, tanto a finalidade como depois, o que ele fez. Nunca foi feito desta forma. Foi estudado juntamente com os vereadores, todas as decisões foram tomadas junto deles.

Jornal A Semana – Ouve alguma resistência por parte dos vereadores?
Presidente Darci Barth – Sim, tivemos no inicio, mas o vereador tomou consciência que a gente na realidade precisa economizar, que o vereador também deve economizar. Sem nenhuma exceção todos acordaram com isso.

Jornal A Semana – Quais as outras reduções aprovadas?
Presidente Darci Barth - Além das diárias, nós ficamos apenas com dois cargos na Mesa Diretora, quando haviam 17 anteriormente se não me engano. Redução substancial das despesas dos gabinetes dos vereadores, com telefones e que, anteriormente praticamente não havia controle. Agora teremos um controle rígido dos gastos e tudo deverá ser devidamente comprovado.

COMENTÁRIOS ( )