Sexta-Feira, 19 de Janeiro de 2018 |

Câmara lança novo site na reta final do ano

Portal desenvolvido pelo departamento de informática da casa está em fase beta e não gerou ônus ao Legislativo

Por Redação em 22 de Dezembro de 2017

"Novo site já está no ar há cerca de um mês e aguarda ajustes para lançamento oficial. " (Foto: Guilherme Wunder)


A Câmara de Vereadores lançou recentemente – em fase de testes – o seu novo site. O projeto, desenvolvido pelo departamento de informática do poder Legislativo não gerou custos ao município. Isso porque ele foi feito apenas com mão de obra já existente no quadro de funcionários da casa. Ainda não existe perspectiva de quando ocorrerá o lançamento oficial do site, mas sabe-se que a fase Beta já está disponível para a população.

No site do Legislativo municipal é possível conferir um histórico de cada vereador, os projetos de lei já aprovados em 2017 e todas as leis municipais que estão em vigor. Além disso, é possível conhecer a ordem do dia e saber como funciona cada comissão que existe na Câmara. Apesar disso, ainda faltam certos aspectos serem corrigidos e, por causa disso, que o novo portal ainda não foi lançado oficialmente.

Segundo o chefe de informática da Câmara, Neemias Ramos, a ideia de lançar ele neste estágio é poder saber a aceitação da comunidade e averiguar algum erro que possa ter surgido. “Nós estamos ajustando algumas coisas nele ainda. Queremos produzir um vídeo e publicar ele, para podermos apresentar ele para a comunidade. Assim é possível que a comunidade saiba o que ele tem e o que não tem. Foram vários aspectos que tivemos de trabalhar para que ele se torne funcional”, explica Ramos.

Além disso, um fator salientado pelo presidente do Legislativo, Darci Barth (PMDB), foi importante para que esse processo acontecesse: os estagiários contratados através de processo seletivo. Isso porque Deivid Fortes foi o primeiro colocado na prova de informática aplicada pela Câmara e, por causa do seu desempenho, foi contratado pelo poder Legislativo para auxiliar Neemias Ramos nas funções do departamento.

Segundo o chefe de informática, foi somente depois desta contratação que o site começou a ser desenvolvido. Isso porque, quando trabalhava sozinho, não era possível se dedicar ao desenvolvimento do site, pois tinha de atender aos gabinetes. “Na Câmara existem cerca de 100 funcionários e, trabalhando sozinho, não conseguia atender a todos e trabalhar no site. A demanda era grande para apenas uma pessoa”, afirma o chefe do departamento.

Outra iniciativa que foi recorrente neste ano diz respeito aos gastos e a política de economia que foi aplicada. Para isso, todo o processo de construção do site não teve de receber recursos e foi desenvolvido pelos funcionários da casa. “O projeto não teve custo nenhum para os cofres públicos. A gente desenvolveu tudo, somente nós dois, para poder trabalhar e colocar no ar um projeto como esse”, finaliza Ramos.

COMENTÁRIOS ( )