Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021 |

Cristiano Schumacher é eleito presidente da Câmara pela segunda vez na história

Parlamentar já havia presidido o Legislativo em 2013 e voltou ao cargo neste 2021

Por Redação em 08 de Janeiro de 2021

"A eleição e posse do novo presidente ocorreu na primeira sessão do ano" (Foto: Willian Schumacher)


No dia 01º de janeiro ocorreu a posse dos novos vereadores e a eleição da mesa diretora do Legislativo. Na ocasião, Cristiano Schumacher (PTB) foi escolhido o presidente da Câmara. Ao lado dele estão a vice-presidente Giovana Thiago (PT), o secretário Juliano Nascimento (PSB) e o secretário-suplente Preto (MDB). O mandato deles nestes cargos tem duração de um ano.

A chapa, que contempla quatro bancadas – nove vereadores – foi eleita por unanimidade e, segundo Schumacher, priorizou a diversidade partidária e de gênero para ter uma gestão forte e focada nos interesses coletivos. Para compreender mais os projetos que o parlamentar pretende colocar em prática como presidente, ele concedeu uma entrevista exclusiva ao Jornal A Semana.

Jornal A Semana – Qual a importância para a sua trajetória em voltar a assumir a cadeira de presidente do Legislativo?
Cristiano Schumacher – Para mim, ser eleito por unanimidade como presidente dessa gestão pelos meus colegas parlamentares foi um reconhecimento pela trajetória de trabalho e compromisso que viemos construindo. Além disso, é uma prova de confiança no trabalho que já realizamos anteriormente na presidência do legislativo.

Jornal A Semana – Quais os desafios que pretende encarar em 2021 e quais as dificuldades que encontrará nesse novo ano?
Cristiano Schumacher – Nosso objetivo frente à presidência da Câmara é construir uma gestão consciente, que trabalhe em conjunto com os diversos setores administrativos para equilibrar finanças, usando como máxima de trabalho a eficiência com economia. Juntos, somos uma engrenagem que precisa ser alinhada em todas as pontas, proporcionando qualidade de serviço tanto para os vereadores, servidores, colaboradores e principalmente para comunidade.

Jornal A Semana – Existem vários projetos anunciados no passado (biblioteca, seminário da cidade e conselho de ex-presidentes) que não foram colocados em prática. O senhor pretende aplica-los? E que iniciativas pretendem colocar em prática na Câmara?
Cristiano Schumacher – Alguns projetos que já foram pensados anteriormente e não executados por outras gestões, poderão ser redefinidas e repaginadas por nós. Ideias boas sempre podem ser utilizadas. Ainda estamos nos adequando as necessidades e estruturas da presidência. Dentre as ações pensadas por nós, está delineada a criação de uma sala de procuradoria da mulher, espaço destinado para atendimento da comunidade e interseção junto aos órgãos de segurança pública, uma estação digital, para elaboração de currículos, entre outras ações que tornem a Câmara mais um espaço qualificado para o atendimento da comunidade.

Jornal A Semana – Qual a diferença do Schumacher de 2013 para o de 2021 e como é voltar à presidência oito anos depois?
Cristiano Schumacher – Acredito que a cada dia é uma chance de aprendizado. Retornar à presidência é uma oportunidade de amadurecer ideias e projetos, e criar novas perspectivas baseadas no acúmulo que tive de experiência e vivência nos últimos anos.

Jornal A Semana – O que a população alvoradense pode esperar da Câmara e do seu mandato para o futuro?
Cristiano Schumacher – A população de Alvorada pode esperar uma gestão forjada no espírito de coletividade e construção. Um Legislativo com independência, mas que caminhe alinhado com os interesses da cidade, capaz de realizar grandes debates e encontrar soluções para os principais problemas de Alvorada.

COMENTÁRIOS ( )