Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020 |

Seis nomes ocupam secretarias desde o início do governo Appolo

Dois desses nomes foram anunciados ainda em 2016, logo após o pleito

Por Redação em 16 de Outubro de 2020

"Seis nomes ocupam secretarias desde o início do governo Appolo" (Foto: Reprodução)


Durante esta semana fizemos um levantamento em nossos arquivos a fim de saber quantos secretários municipais ainda ocupam alguma pasta desde o início do governo Appolo, em janeiro de 2017. De 2017 até hoje, apenas seis nomes continuam à frente de alguma secretaria municipal. Todos os nomes em questão seguem nas mesmas pastas em que foram nomeados na posse da administração.

Seis nomes estão em alguma pasta desde o início do governo Appolo. Os secretários de Saúde, Neusa Abruzzi; de Governo e Gabinete, Paulo Ramos; de Administração, Luiz Carlos Telles; de Segurança e Mobilidade Urbana, Sergio Coutinho; da Fazenda, Marcelo Machado; e o procurador-geral Mauro Otto – a PGM também tem o status de Secretaria Municipal – são os remanescentes do início do mandato.

Contudo, cabe ressaltar que o início da administração contou com secretarias sem titulares. A SEPLAN ficou sob responsabilidade de Paulo Ramos, a SEMSU com Valdemir Martins e a SMDH sequer havia sido recriada – ela foi extinta no final da administração passada para reduzir as despesas. Com isso, foram 13 secretários que tomaram posse no dia 01 de janeiro de 2017.

Também houve casos de secretarias que passaram por várias mãos. A SMED teve cinco secretárias: Neuza Machado, Viviane Dutra, Nadir Machado, Nubia Mendes e Ana Brunetta. O mesmo também aconteceu com a SMDE contou com cinco nomes: Newton Zanino, Eder Fraga, Taison Neves, Professor Daniel e Gilberto Pereira. Já a SEMSU teve quatro secretários: Beto Goleiro, Airton Pacheco, Marquinhos e agora José Luís Correa.

COMENTÁRIOS ( )