Quinta-Feira, 23 de Maro de 2023 |

Universalização da conectividade e atualização das regras para radiodifusão estão entre prioridades, diz ministro

Juscelino Filho participou do Seminário Políticas de Telecomunicações, com especialistas do setor

Por Redação em 17 de Fevereiro de 2023

"Juscelino Filho participou do Seminário Políticas de Telecomunicações, em Brasília" (Foto: Divulgação)


O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, participou, na quarta-feira, 15/02, em Brasília, do Seminário Políticas de Telecomunicações. O evento foi promovido pelo Portal Teletime e reuniu cerca de 300 especialistas do setor no auditório da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (FINATEC), na Universidade de Brasília (UnB). O representante da Pasta abordou as perspectivas das políticas setoriais no novo governo e a agenda regulatória que será desempenhada durante a sua gestão.

Na ocasião, o ministro destacou a atuação para construir um Plano Nacional de Inclusão Digital que tenha um impacto na vida das pessoas. "A inclusão digital terá total atenção na nossa gestão. Não é possível exercer a cidadania sem a conectividade digital", afirmou Juscelino Filho. "Estamos iniciando estudos para uma política nacional de inclusão digital pautada em dois eixos: conectividade significativa e universal e promoção das habilidades digitais", reforçou.

Além disso, o ministro lembrou que o Ministério das Comunicações (MCOM) permitiu o repasse de R$ 1,2 bilhão do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (FUST) para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) visando financiar projetos para o setor, incluindo ações que promovam a conectividades para escolas.

Já por meio da Secretaria de Comunicação Social Eletrônica (SECOE), Juscelino Filho deseja promover a atualização do setor de Radiodifusão. "Vamos trabalhar para modernizar as regras da área, adotando uma regulação assimétrica que busque reduzir a carga de obrigações sobre os radiodifusores de menor porte e de radiodifusão pública, comunitária e estatal", comentou. O ministro ainda citou a importância de fortalecer o setor e elaborar diretrizes para a implementação da TV 3.0.

COMENTÁRIOS ( )