Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020 |

Alvorada chega aos 51 óbitos pelo coronavírus e conta com 67 pacientes hospitalizados

Município chega aos 36 óbitos e 277 casos confirmados em apenas uma semana

Por Redação em 31 de Julho de 2020

"Desde a publicação do último decreto que as praças e espaços públicos estão interditados para evitar aglomerações" (Foto: Divulgação)


A Secretaria de Saúde (SMS) divulgou um novo boletim epidemiológico na tarde de quinta-feira, 30/07. Na oportunidade foi confirmado que Alvorada conta com 51 óbitos por causa do coronavírus – o aumento foi de 15 mortes em apenas uma semana. Além disso, foi divulgado que o município conta com 67 pacientes hospitalizados no momento – um dos maiores índices desde o início da pandemia.

Já são 1.410 casos confirmados de coronavírus – 295 a mais do que na última semana – onde 577 seguem em isolamento domiciliar. O número de casos reabilitados (ou curados) é de 715. Cabe ressaltar que o número de reabilitados é diferente dos números do Estado pois, segundo a SMS, o controle é feito de forma diferente pelo município e não automatizada como o Estado.

Novo decreto

No dia 24 de julho, o vice-prefeito Valter Slayfer (PL) publicou o decreto 096/2020, que adota novas medidas de prevenção ao avanço do coronavírus. Nesse documento foi vedado o acesso ao público e a permanência em praças de lazer e de esportes, bem como parques municipais. Por causa disso, a Guarda Civil interditou esses locais e realiza a fiscalização desde a publicação do decreto.

Possível lockdown suspenso

Em reunião realizada na manhã de quinta-feira, 30/07, o vice-prefeito Valter Slayfer (PL) se reuniu com o presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Alvorada (ACIAL), Edson Baxinski. O intuito da reunião foi o de buscar alternativas para que se evitasse o lockdown do comércio no domingo, conforme já havia sido ventilado e está sendo adotado em outros municípios.

Durante a reunião, o vice-prefeito ouviu de Baxinski quais são as práticas e protocolos de saúde que estão sendo adotados pelas áreas industriais, comerciais e de serviços. Slayfer deixou claro que a prioridade é que os protocolos de segurança sejam reforçados e seguidos de forma obrigatória. Entre essas ações estão a verificação da temperatura, o uso de máscaras e a disponibilização de álcool em gel aos clientes.

COMENTÁRIOS ( )