Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020 |

Alvorada registra novo aumento de casos de coronavírus e confirma 424 pacientes na semana

Contudo, o número de óbitos segue o mesmo da última semana, deixando três vitimas

Por Redação em 20 de Novembro de 2020

"A diretora-técnica da SMS, Adriana Parisotto, responde durante as férias da secretária Neusa " (Foto: Arquivo A Semana)


O último boletim epidemiológico divulgado pelo Governo do Estado aponta um aumento no numero de contaminados pelo Coronavírus em Alvorada. Os dados divulgados na tarde da quinta-feira, 19/11 mostram que a cidade possui 5.749 casos confirmados desde a primeira quinzena de março quando foi confirmado o primeiro paciente na cidade.

Além disso, nesta semana 424 novos casos foram confirmados. O numero é maior que há sete dias, quando Alvorada contabilizou 308 casos. Já o numero de óbitos é de três. O número é o mesmo da última semana. A reportagem entrou em contato com a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS), mas os dados de pacientes recuperados, isolados e hospitalizados não foram mais divulgados pela Prefeitura.

Aumento dos casos

Em entrevista, a diretora-técnica da Secretaria de Saúde (SMS), Adriana Parisotto, que também responde pela pasta durante o período de férias da titular, Neusa Abruzzi, falou que a população deve seguir todos os cuidados com o vírus.

Além disso, lembrou que o número de contaminados vem aumentando gradualmente. Algumas destas causas seria o “cansaço” da população em ficar em casa e cumprir as recomendações dos órgãos de saúde como o uso de máscaras, álcool em gel e etc e também as aglomerações dos últimos feriadões.

Recomendações de prevenção à COVID-19

• Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
• Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
• Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.
• Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
• Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
• Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.
• Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.
• Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
• Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas.
• Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.
• Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
• Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes. As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.

COMENTÁRIOS ( )