Sbado, 27 de Fevereiro de 2021 |

Alvorada segue batendo recordes de casos em uma semana e já projeta inicio da vacinação

Primeiras informações sobre o plano de imunização foram divulgados em uma live da Prefeitura nas redes sociais

Por Redação em 15 de Janeiro de 2021

"Em reunião, equipe da Secretaria da Saúde alinha estratégias para a logística de vacinação no RS" (Foto: Divulgação)


O Governo do Estado divulgou na tarde de quinta-feira, 14/01, o seu mais recente boletim epidemiológico da pandemia do coronavírus. Assim é possível averiguar que Alvorada está com 9.173 casos confirmados desde a primeira quinzena de março, quando foi confirmado o primeiro paciente alvoradense. Além disso, já são 248 óbitos causados pela doença.

Desde a última edição do Jornal A Semana, foi confirmado 582 casos da doença – na edição de quarta-feira, 23/12, eram 509 pacientes na semana. Os óbitos também subiram de 237 para 248 – 11 vítimas fatais da doença. Os dados de pacientes recuperados, isolados e hospitalizados foram divulgados pela Prefeitura no início da semana.

No boletim epidemiológico municipal de terça-feira, 12/01, já havia 8.927 casos confirmados. Desses, 7.841 já estão reestabelecidos. Ainda existem 790 alvoradenses em isolamento domiciliar e 56 hospitalizados. Na terça-feira, por volta das 17h – quando foi divulgado o ofício – já eram 240 mortes confirmadas pela pandemia do coronavírus dentro do município.

Plano de imunização

Com previsão de iniciar a vacinação contra a Covid-19 na segunda quinzena de janeiro, a secretária Estadual da Saúde (SES), Arita Bergmann, diretores e técnicos da pasta se reuniram para tratar do plano para o Rio Grande do Sul. Enquanto não existem definições do governo federal para a data de início da campanha e a quantidade de doses a ser enviada, a equipe da SES alinha estratégias para a logística de vacinação.

De acordo com o Plano Nacional de Imunização, os grupos prioritários para a campanha são profissionais na linha de frente e em contato direto com o vírus; idosos em lares de longa permanência; idosos fora desses lares escalonados por faixa etária (mais de 80 anos; de 75 a 79 anos; de 70 a 74 anos); indígenas e quilombolas. A estimativa é que cerca de um milhão de pessoas façam parte dessas populações.

Em cada município, a gestão local poderá definir as melhores formas de vacinar sua população e evitar aglomerações, como indicar locais e horários que funcionem melhor para cada realidade. O secretário-executivo do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde, Diego Espíndola, falou que os municípios e o Estado trabalham juntos para garantir agilidade e acesso da população à vacinação contra a Covid.

Na manhã de quinta-feira, 14/01, a secretária de Saúde (SMS), Neusa Abruzzi, se pronunciou nas redes sociais da Prefeitura para falar sobre o plano municipal. “Nós reunimos de imediato a equipe técnica da SMS de Alvorada, que começou a traçar as estratégias para atender essa demanda. Nós já planejamos os locais e os funcionários que vão trabalhar na imunização contra a Covid-19”, salienta a titular da pasta.

Segundo ela, os primeiros a serem vacinados serão os profissionais da saúde. “Até domingo nós vamos saber como será a distribuição no nosso estado. Queremos tranquilizar a nossa população para que saibam que o nosso plano municipal já está organizado. Só faltam as datas porque dependemos do planejamento do Estado e União sobre a distribuição das vacinas”, finaliza Neusa.

COMENTÁRIOS ( )