Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020 |

Alvorada sobe número de contaminados pelo coronavírus pela segunda semana consecutiva

Número de óbitos segue estagnado, mas supera os índices de setembro

Por Redação em 30 de Outubro de 2020

"A secretária Arita propôs a prorrogação automática da habilitação dos leitos de UTI Covid-19" (Foto: Divulgação)


No final de setembro, Alvorada saiu da bandeira vermelha no mapa do distanciamento controlado do coronavírus. Contudo, desde então, os números da pandemia não reduziram. Tanto os casos confirmados quanto os óbitos já aumentaram quando comparado com o mesmo período desse mês. Apesar disso, a cidade segue em bandeira laranja.

O Governo do Estado divulgou na tarde de quinta-feira, 29/10, o seu mais recente boletim epidemiológico da pandemia do coronavírus. Assim é possível averiguar que Alvorada está com 4.844 casos confirmados desde a primeira quinzena de março, quando foi confirmado o primeiro paciente alvoradense. Além disso, já são 162 óbitos causados pela pandemia.

Nessa semana foram confirmados 329 casos. Isso é mais do que na última semana, quando foram 253 pacientes contaminados em sete dias. Contudo, o número de óbitos reduziu. Enquanto na última semana haviam sido confirmadas oito vítimas da pandemia, nessa semana o número baixou para seis. Os dados de pacientes recuperados, isolados e hospitalizados não foi mais divulgado pela Prefeitura.

Dados superam números de setembro

O mês de outubro ainda não acabou, mas quando comparado ao mês de setembro chama a atenção. Isso porque o número de casos aumentou. Enquanto em setembro foram contabilizados 590 casos, o mês de outubro já somou 848 pacientes confirmados. Já o número de óbitos foi o mesmo: 26 mortes em setembro e 26 em outubro. Esses números são atualizados até o fechamento da edição.

Reabertura do comércio

Contudo, mesmo com os números voltando a crescer, a Prefeitura publicou um novo decreto que flexibiliza a abertura de comércios não-essenciais na cidade. A partir de agora não haverá mais restrição de dias e horários. As regras que permanecem é a capacidade de 50%, o distanciamento mínimo, a demarcação do acesso, o uso de máscara e a disponibilização de álcool gel.

Leitos de Covid-19

A secretária da Saúde do Estado, Arita Bergmann, e a secretária-adjunta da Saúde, Aglaé Regina da Silva, participaram da 10ª Assembleia do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). A habilitação de leitos de UTI Covid-19 pelo Ministério da Saúde e sua permanência na rede de atendimento, como legado dos planos de contingência estaduais, foi debatida durante a reunião.

A secretária Arita Bergmann propôs que o CONASS formalize ao Ministério da Saúde a necessidade de prorrogação automática da habilitação dos leitos de UTI Covid-19. Ela também explicou os motivos dessa decisão. “Devido à instabilidade do número de casos de coronavírus nesta pandemia, não temos definição da possibilidade de fechamento de leitos”, afirmou a titular da pasta.

A secretária solicitou ainda um apoio do Programa Todos pela Saúde para a implementação da vacinação contra a Covid-19 em todo o país. Também foram temas abordados durante a assembleia a atualização sobre a perspectiva da vacina contra o coronavírus no Brasil e a retomada de cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), devido à demanda represada.

Eventos

A redução em indicadores de propagação do coronavírus fez com que o governo do Estado, após debate com representantes de setores e análise do Gabinete de Crise, alterasse alguns protocolos para indústria e eventos. Assim como os demais eventos já liberados, a realização só poderá ocorrer em cidades que autorizaram e que estão no processo de volta das aulas presenciais.

COMENTÁRIOS ( )