Domingo, 17 de Janeiro de 2021 |

Alvorada supera os sete mil contaminados pelo coronavírus e números seguem crescendo

Somente nessa semana foram confirmados 489 novos pacientes com a doença

Por Redação em 18 de Dezembro de 2020

"Devido à alta procura, os testes estão limitados aos grupos de risco detalhados em decreto da última semana" (Foto: Divulgação)


O Governo do Estado divulgou na tarde de quinta-feira, 17/12, o seu mais recente boletim epidemiológico da pandemia do coronavírus. Assim é possível averiguar que Alvorada está com 7.224 casos confirmados desde a primeira quinzena de março, quando foi confirmado o primeiro paciente alvoradense. Além disso, já são 211 óbitos causados pela doença.

Nessa semana foram confirmados mais 489 casos. Isso é mais do que na última semana, quando foram 412 pacientes contaminados em sete dias. O número de óbitos também subiu. Enquanto na última semana haviam sido confirmadas oito vítimas da pandemia, nessa semana o número aumentou para nove. Os dados de pacientes recuperados, isolados e hospitalizados foi divulgado pela Prefeitura no início da semana.

No boletim epidemiológico municipal de terça-feira, 15/12, já havia 6.887 casos confirmados. Desses, 6.072 já estão reestabelecidos. Ainda existem 577 alvoradenses em isolamento domiciliar e 23 hospitalizados. Na terça-feira, por volta das 16h – quando foi divulgado o ofício – já eram 205 mortes confirmadas pela pandemia do coronavírus dentro do município.

Testagem do coronavírus

A Secretaria de Saúde (SMS) publicou uma nota na última semana sobre o processo de testagem do coronavírus, onde é ressaltada a grande demanda de testagem. Por causa disso, foi optado por coletar exames RT-PCR prioritariamente em pacientes sintomáticos respiratórios que tenham mais de 60 anos, sejam portadores de doenças respiratórias, gestantes, trabalhadores de lares de idosos e de serviços de saúde.

A nota esclarece ainda que todos os sintomáticos respiratórios continuarão recebendo atendimento no Centro Intermediário de Saúde. A Prefeitura também reforçou a obrigatoriedade do isolamento social pelo período indicado pelo médico. Caso os sintomas ultrapassem os dez dias, é necessário retornar para fazer uma nova avaliação clínica ou procurar a emergência hospitalar.

Segundo a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS), o atendimento no Centro de Saúde funciona de segunda a sexta-feira, das 07h a meia noite; e nos sábados, entre 08h e 17h. Devido a pandemia do coronavírus, o Centro de Saúde se transformou em um espaço de atendimento exclusivo a doença. Então, em casos de sintomas e necessidades de testagem, é nesse local que os pacientes devem se dirigir.

Recomendações de prevenção à COVID-19

• Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
• Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
• Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.
• Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
• Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
• Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outros objetos que são utilizados com frequência.
• Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.
• Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
• Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas.
• Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.
• Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
• Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes. As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.

COMENTÁRIOS ( )