Sbado, 03 de Dezembro de 2022 |

Estado tem 72% do público-alvo vacinado contra a pólio e campanha entra na última semana

Índices do Rio Grande do Sul são maiores que o do país

Por Redação em 21 de Outubro de 2022


Com 400.229 doses aplicadas, o Rio Grande do Sul atingiu 72,27% do público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, acima da média nacional que está em 65,74%. A campanha, que já foi prorrogada duas vezes devido à baixa cobertura, segue até o dia 22 de outubro, assim como a campanha de multivacinação para atualização da caderneta de crianças e adolescentes menores de 15 anos.

Ao todo, 287 municípios gaúchos já atingiram a meta de imunização contra a poliomielite, que é de 95% das crianças até quatro anos. As informações completas com os dados da vacinação da pólio estão disponíveis no painel do Ministério da Saúde: Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite (saude.gov.br)

A secretária-adjunta da Saúde, Ana Costa, reforçou a importância da vacinação e o risco de retorno da poliomielite devido aos índices de imunização que não são satisfatórios. “Convidamos os pais e avós a procurar os serviços de saúde nos municípios e cada cidade possa fazer desta semana a busca de cumprir a meta, pois a pólio causa muito transtorno para a vida das crianças e nenhuma família quer isso”, adverte a autoridade.

Vacinação

Todas as crianças nesta idade devem fazer agora na campanha a vacina oral poliomielite (VOP), a “gotinha”, desde que já tenham recebido as três doses de Vacina Inativada Poliomielite do esquema básico (previstas aos 2, 4 e 6 meses de idade).

As crianças abaixo de um ano de idade também estão convocadas para a campanha, porém, deverão ser vacinadas conforme o histórico vacinal, por isso não há meta de cobertura para elas. Além da pólio, caso as crianças e adolescentes até 15 anos tenham outras vacinas pendentes, conforme avaliação da caderneta, poderão fazer as demais doses que estiverem em atraso.

COMENTÁRIOS ( )