Sbado, 08 de Agosto de 2020 |

Governo do Estado apresenta Projeto Testar RS para órgãos de saúde municipais

Alvorada está entre as 30 cidades contempladas pela iniciativa

Por Redação em 17 de Julho de 2020


A Secretaria da Saúde (SES) realizou na última semana uma videoconferência a fim de apresentar o projeto Testar RS para secretários municipais de Saúde, com a presença do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS) e das Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs). A estratégia resulta da adesão da SES ao programa Todos pela Saúde e divide-se em duas etapas.

A primeira está prevista para começar ainda no mês de julho com a ampliação da testagem da Covid-19. A meta é chegar a mais 3 mil exames diários na segunda etapa, entre agosto e setembro. Para isso, serão utilizados inicialmente 20 mil kits de coleta e, na segunda etapa, 180 mil kits de coleta. Ainda não foi divulgado quantos testes cada cidade receberá.

São 30 cidades prioritárias: Alvorada, Bento Gonçalves, Cachoeirinha, Campo Bom, Canoas, Carazinho, Caxias do Sul, Charqueadas, Cruz Alta, Erechim, Estância Velha, Esteio, Farroupilha, Ijuí, Lajeado, Marau, Montenegro, Novo Hamburgo, Osório, Passo Fundo, Porto Alegre, Santa Maria, Santana do Livramento, Santiago, Santo Ângelo, São Gabriel, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Vacaria e Venâncio Aires.

Conforme a secretária-adjunta da Saúde, Aglaé Regina da Silva, que coordena o projeto no Estado. “Precisamos aumentar a testagem no Rio Grande do Sul, e o programa Todos pela Saúde entendeu que, pelo desempenho do modelo adotado pelo Estado com o programa de Distanciamento Controlado, o Rio Grande do Sul seja um bom caso para implementar este novo projeto”, salienta a titular da pasta.

A chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Tani Ranieri, informou que o Laboratório Central do Estado (LACEN) está sendo preparado com uma nova central de coletas para receber, selecionar e embalar as amostras que chegarão em um maior número. “Já contamos com novas cabines de segurança biológica e novas câmaras frias para os materiais coletados”, disse a servidora.

Aplicação do projeto

A primeira etapa será dividida em três grupos de testagem: todos os trabalhadores e residentes de instituição de longa permanência para idosos a partir da confirmação do primeiro caso; e todos os trabalhadores de estabelecimentos de saúde a partir da confirmação de algum caso; e todas as pessoas que apresentarem sintomas de síndrome gripal residentes nos 30 municípios prioritários.

Já a segunda etapa será focada para todas as pessoas que apresentarem sintomas de síndrome gripal (febre, tosse, coriza, sintomas respiratórios, dores musculares, perda do paladar ou olfato) residentes nas outras regiões do Estado e contactantes próximos dos casos confirmados de Covid-19 rastreados por meio do aplicativo Dados do Bem, desenvolvido pelo Estado.

COMENTÁRIOS ( )