Sbado, 03 de Dezembro de 2022 |

IPE Saúde oferece consultas gratuitas com urologistas no Novembro Azul

Os usuários do IPE Saúde com 50 anos ou mais...

Por Redação em 11 de Novembro de 2022


Os usuários do IPE Saúde com 50 anos ou mais contam com um diferencial neste mês: as consultas com urologista terão isenção da coparticipação. A ação integra o Novembro Azul, em uma campanha que busca a conscientização sobre o câncer de próstata e a importância de cuidados integrais com a saúde do homem. Para quem se enquadra nos critérios elencados, basta procurar um médico credenciado da rede IPE Saúde.

A campanha é realizada pelo segundo ano consecutivo. Considerando apenas o mês de novembro, houve uma ampliação de 8% na quantidade de consultas realizadas em 2021 em relação ao mesmo mês em 2020. A expectativa é de manutenção da tendência de crescimento nesta edição: espera-se que sejam realizadas 5.412 consultas no mês para o público-alvo.

Veja como proceder

• É necessário ter IPE Saúde ativo e idade a partir dos 50 anos
• Agendar consulta no mês de novembro, na especialidade de Urologia
• Para buscar médicos e laboratórios credenciados ao IPE Saúde, basta acessar o Guia Médico.

Câncer de Próstata

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens – atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). Em valores absolutos e considerando ambos os sexos, é o segundo tipo mais comum. A taxa de incidência é maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

Contudo, o INCA não recomenda a realização de exames de rotina. Caso os homens busquem ativamente o rastreamento desse tipo de tumor, é recomendado que sejam esclarecidos sobre os riscos envolvidos e sobre a possível ausência de benefícios desses exames. Já o diagnóstico precoce desse tipo de câncer possibilita melhores resultados no tratamento e deve ser buscado com a investigação de sinais e sintomas.

Na maior parte das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que eles sejam investigados por um médico. O câncer de próstata é detectado pelo toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA. No entanto, nenhum dos dois exames tem 100% de precisão, e por isso podem ser necessários exames complementares.

COMENTÁRIOS ( )