Sexta-Feira, 27 de Novembro de 2020 |

Obras na UBS Aparecida seguem em andamento e Secretaria de Saúde apresenta novo prazo para entrega do prédio

Previsão inicial era de que a construção fosse concluída em abril, mas até o momento isso não ocorreu

Por Redação em 06 de Novembro de 2020

"Na oportunidade, foi registrada a placa que anunciava a conclusão das obras para abril." (Foto: Arquivo A Semana)


Em janeiro – há onze meses – o Jornal A Semana noticiou o início das obras da UBS Aparecida. Na oportunidade, foi registrada a placa que anunciava a conclusão das obras para abril. Contudo, já estamos em novembro e até o momento o espaço não está concluído. Em junho, quando isso foi denunciado, a Prefeitura não informou prazos para a conclusão da obra.

Cabe ressaltar que as obras da nova Unidade Básica de Saúde/UBS Aparecida, no qual está sendo construído em um terreno ao lado do atual posto de saúde do bairro – que se encontra condenado e com o apoio de contêineres para o atendimento – era uma demanda antiga da comunidade que cresceu muito com a inauguração do condomínio Altos da Figueira.

Essa é uma obra polêmica e que passou por muitos problemas desde seu início. Pelo menos dois deles foram páginas d’A Semana: a falta de água e a inviabilização da Romaria de Nossa Senhora Aparecida. Destes, o primeiro problema interferiu na obra. Segundo o mestre de obras, Darlan dos Santos, a obra teve atraso pelo tempo perdido com o empecilho da falta de água e de buscar de balde nos vizinhos.

Os recursos para construir o novo posto de saúde são do vereador Júlio Bala (MDB), através do deputado federal Jones Martins (MDB). Em junho, a reportagem do Jornal A Semana conversou com ele e com a secretária de Saúde (SMS), Neusa Abruzzi, sobre os recursos e os prazos. Ambos garantiram a execução da obra, mas não tinham informações sobre prazo.

Nota da Prefeitura

A reportagem entrou em contato com a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS), que respondeu através de uma nota. Segundo eles, as obras da UBS Aparecida pararam em função da pandemia, onde o decreto Estadual determinava a suspensão dos trabalhos da Construção Civil. A previsão para conclusão da obra é para a primeira quinzena de dezembro de 2020.

COMENTÁRIOS ( )