Quinta-Feira, 04 de Maro de 2021 |

Aconteceu

Por Redação em 21 de Março de 2014


Conferência de Defesa Civil
Aconteceu na noite de quinta-feira, 13/03, a Conferência Municipal de Proteção e Defesa Civil, no Salão Nobre da Prefeitura, sendo essa a etapa municipal que torna o município apto a participar das conferências estadual e nacional.
As conferências visam promover e fortalecer a participação, controle social e integração das políticas públicas relacionadas à defesa civil tendo em vista novos paradigmas para a proteção e defesa civil.
A atividade contou com quatro segmentos sociais representados: poder público, sociedade civil, conselhos municipais e comunidade científica, estando presentes o prefeito Sergio Bertoldi; o representante da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, capitão Reginaldo Silveira; coordenadora da Defesa Civil de Alvorada, Adriana Martins e representantes da Defesa Civil de Cachoeirinha, secretários municipais, vereadores, novo comandante do Corpo de Bombeiros de Alvorada, tenente Buzin e comunidade.
Na atividade foram eleitos os 13 delegados que representarão Alvorada na Conferência Estadual e que levarão as propostas apresentadas e debatidas durante a etapa municipal, dentre as quais se destacam temas como a agilização no repasse de recursos aos municípios, o apoio técnico e científico no levantamento de dados quando da ocorrência de eventos, fornecimento de equipamentos com tecnologia voltada para alerta e alarme de eventos adversos e inclusão em Lei Federal do tema Defesa Civil na formação escolar, com recurso específico que possibilite a produção de material educativo, realização de eventos, entre outras ações.
Na conferência estadual, que acontece em 16 de abril em Porto Alegre, serão agregados todos os princípios e diretrizes discutidos e apresentados nas etapas municipais, construindo um corpo de delegados e propostas para representar o Rio Grande do Sul na Conferência Nacional. A previsão é de que 1.800 pessoas participem da 2ª Conferência Nacional de Proteção e Defesa Civil, que será realizada em Brasília, entre 27 a 30 de maio, sendo 1.700 delegados, dentre agentes de Defesa Civil, representantes da sociedade civil e da comunidade científica e dos conselhos profissionais e de políticas públicas.

Ônibus e Loja Social
O “Ônibus da Cidadania- Loja Social”, lançado em agosto de 2013, segue percorrendo bairros do município beneficiando a comunidade carente de Alvorada.
No sábado, 08/03, esteve presente às atividade do Dia Internacional da Mulher na Praça Central. Lá foram atendidas 46 pessoas, sendo disponibilizadas 339 peças e 25 acessórios.
Na manhã de terça-feira, 11/03, o veículo esteve presente nas ações sociais, de cidadania e de saúde, em frente à Escola Leonel Brizola, Sítio dos Açudes. No local foram feitos 230 atendimentos e distribuídas 401 peças de vestuário e 18 acessórios. Ainda naquela tarde foi ao Aterro Sanitário, no Distrito Industrial. Também houve atendimento social à população inserida em programas como o Bolsa-Família, levantamento para avaliar quem pode ser novo beneficiário do programa, entre outras atividades. Lá foram atendidas 60 pessoas e disponibilizadas 105 roupas e seis acessórios.
A Loja Social também permanece fazendo o atendimento normalmente à população na rua Wencelau Fontoura, 126, no bairro Nova Americana, próxima ao Ginásio Municipal Tancredo Neves, beneficiando milhares de alvoradenses.

RS Mais Igual
Na quarta-feira, 12/03, aconteceu no Ginásio Municipal, a Caravana da Inclusão do RS Mais Igual. Centenas de moradores, principalmente mulheres, beneficiários do Bolsa Família do Governo Federal e do RS Mais Igual do Governo do Estado junto com a Prefeitura estiveram presentes. No local foram repassadas informações sobre os programas sociais, feito cadastramento para busca de mais pessoas que possam ser inseridas e receberem os benefícios destas ações governamentais. Presentes a unidade móvel de saúde realizando testes de glicose, medição de pressão, exames rápidos do HIV, repassando orientações sobre saúde; o Ônibus da Cidadania, no qual os cidadãos puderam escolher roupas e outros itens; unidade do Sine, equipes realizando cortes de cabelo.
O RS Mais Igual é um programa transversal de erradicação da pobreza extrema do Governo gaúcho. Alinhado ao plano Brasil Sem Miséria, do Governo Federal, ele é dividido em três eixos de atuação: transferência de renda, acesso aos serviços públicos e geração de oportunidades/inclusão produtiva.
O programa nacional Brasil Carinhoso e a ampliação do Bolsa Família garantiram que nenhuma família brasileira, desde que identificada e incluída no Cadastro Único, receba menos de R$ 70 mensais. Agora, com o RS Mais Igual, o Governo do Rio Grande do Sul garante aos beneficiários do Bolsa Família que possuam pelo menos uma criança com idade de zero a seis anos uma renda mensal de R$ 100 por pessoa.

COMENTÁRIOS ()