Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020 |

Carta do leitor

Carta a nossa comunidade escolar

Por Redação em 27 de Março de 2020


Neste momento de profundo impacto a todos nós, estamos sendo vítimas de pessoas que deveriam estar preocupadas com a coletividade, mas não estão. Então resolvemos colocar uma nota aqui para que tenham conhecimento da verdade.

Nossa instituição tem 15 anos de existência em Alvorada, 80 colaboradores e 850 alunos. Em todas as crises, só aumentamos o nosso número de alunos, isto demonstra responsabilidade, confiança e competência. Nestes 15 anos nunca tivemos uma única situação de salários atrasados. Sempre fomos muito transparentes com nossos professores e funcionários e agora, neste momento não seria diferente. Além disso, possuímos uma escola filantrópica que orgulhosamente nunca recebemos nada para mantê-la. Atendemos nossas crianças gratuitamente sem receber nada da Prefeitura nem de ninguém. Estamos, também, abrindo outra escola filantrópica no bairro Piratini, onde paramos as obras nesse momento.

Hoje nos deparamos com pessoas que não tem nenhum senso de coletividade e se preocuparam apenas em caluniar instituições como a nossa e escreveram diversas mentiras. Em um momento que nossos professores, que estão trabalhando e fazendo seus planejamentos para entrarem ao vivo com os alunos amanhã, param seu trabalho, surpresos com as Fake News dessas pessoas.
Portanto, respondendo à nossa comunidade escolar, ao nosso bairro e à cidade de Alvorada, informamos que nossa Instituição está trabalhando com 100% dos nossos professores em atividades diárias com os alunos. Os pais podem comprovar isto. Recebemos diariamente elogios por nosso trabalho e para quem realmente se importa com o coletivo. Diante das calúnias temos a dizer o seguinte:

- Estamos todos trabalhando de casa: professores, administradores, financeiro, secretaria, etc. Os demais colaboradores estão em casa preservando sua vida e de suas famílias com salários e remunerações garantidas.

- Foram dispensados do contrato de experiência 4 colaboradores da cantina e a nutricionista com rescisões pagas na integralidade, pois neste momento a cantina não terá receita e nem alimentação para que estes contratos sejam mantidos por esta empresa. Todos voltarão e serão contratados com carteira assinada no retorno.

- Dispensamos estagiárias com garantia da bolsa auxilio paga até final deste mês, também não temos como mantê-las tendo em vista que não estamos com seus tutores trabalhando, dessa forma não podemos mantê-las, porém também terão a garantia de seu retorno. - Todos os funcionários da Escola Êxito, sendo professores ou não (até porque nossa escola nunca fez diferenciação entre as classes trabalhistas) serão mantidos até que não suportemos mais.

Para tanto, solicitamos aos pais que não acreditem nessas pessoas maldosas que não têm amor ao próximo e que querem se aproveitar de situações desesperadoras como a que estamos vivendo.
Se mantenham unidos conosco neste momento e trazendo seus recados de carinho e amor que estamos recebendo, pois temos certeza que, assim como nós, vocês estão sofrendo muito e não precisamos de pessoas para aprofundar este sofrimento. Estejamos unidos sempre e lutando por momentos que nos tragam a interação, aproximação e os abraços que todos merecemos.

As dispensas dos citados acima foram muito dolorosas para todos nós. Vivemos na sexta-feira momentos de muita emoção e decepção na qual nunca imaginávamos viver.

Manteremos nossos contatos pela agenda diariamente e logo estaremos trazendo outras medidas para amenizar os impactos de tudo isso para famílias e alunos.

Muita saúde física e emocional a todos. Atenciosamente, Laura de Andrade.

Mais sobre carta_do_leitor

COMENTÁRIOS ()