Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020 |

Carta do leitor

Denúncia

Por Redação em 25 de Setembro de 2020


Fome, barbaridade, pobreza
Alegria, solidariedade, sutileza
Favela, periferia, vila, comunidade:
Tem de tudo

O relógio quebrado é pintado e serve de quadro
Panela é vaso de flor
Pote de vidro é copo
ou guarda o tempero comprado com suor

Sabor tem no feijão com polenta
Comida de ontem com pão de hoje,
fresquinho, feito pela Tia Zefa

Iraci corre na rua e grita:
“Vem pra casa guri! A janta tá pronta!”
Final de noite junta uns trocados pra pagar conta

O buchincho tá feito,
todos querem saber:
“E amanhã, há de chovê?”

Dentro da casa de Dona Gessi a preocupação é outra,
a fome de cor amarela,
Quando se raspa até o fundo da panela
da sopa feita de ossos

Por Tainã Rosa

Mais sobre carta_do_leitor

COMENTÁRIOS ()