Domingo, 30 de Abril de 2017 |

Carta do leitor

Despedida de um Brigadiano

Por Redação em 09 de Janeiro de 2015


Meus caros amigos

É com tristeza que anuncio para os senhores o meu afastamento das fileiras do 24º Batalhão de Polícia Militar. Batalhão, este que estou prestando meus serviços desde 1º de agosto de 1990 para a comunidade alvoradense.
Durante este tempo, realizei muitos feitos, tanto na área de Policiamento Ostensivo e quanto na área preventiva. Fatos como prisões, apreensões, recuperações. Sofrendo também atentado, que faz parte da profissão, como cortes com lâminas, lesões com porretes e ferimento de arma de fogo. Até parto dentro de uma viatura realizei – essa é a vida de um “brigadiano”.
Na área preventiva, sempre focando que o ser humano quanto mais informado, menos se envolve em discórdia, logo alivia a intervenção policial. Participei na elaboração e execução de diversos projetos, interagindo com os entes da sociedade de faixa etária variadas, pois ministrava palestras, realizava oficinas do Quartel Legal, Caravana da Cidadania e a construção do mascote Alvoradinha. E até reformas no prédio da nossa sede e instalação dos postos, destacados sempre com o apoio de meus comandantes que por aqui passaram, de meus pares, de meus familiares, e, principalmente, dos senhores que nunca se eximiram em publicar as matérias enviadas para os seus veículos de imprensa.
Mas esta tristeza transforma-se em felicidade, pois onde estou prestando meus serviços, também irei me esmerar com toda a dedicação para ser um profissional a altura do solicitado e como manda as diretrizes da minha amada instituição, pois os senhores sabem que amo o que faço e sou BRIGADIANO com orgulho e coração. Digo aos senhores o meu muito obrigado por tudo que fizeram pelo meu 24º BPM e não digo adeus, mas sim até logo, pois, a roda da vida gira e com certeza nos encontraremos novamente.

Do sempre amigo verdadeiro Sargento Valdez.

COMENTÁRIOS ()