Terça-Feira, 22 de Agosto de 2017 |

Carta do leitor

E a cultura de Alvorada?

Por Redação em 31 de Janeiro de 2014


Olá, sou Evandro Berlesi, cineasta e escritor. Autor de 3 livros e diretor/roteirista de 13 filmes. Quero dar os parabéns a Prefeitura de Alvorada que disponibilizou um telão no Porto Verde para a exibição da estreia de um suposto alvoradense no programa BBB 14. Legal ver a prefeitura apoiando um programa banal e idiota da Rede Globo, com a bela desculpa de que existe um “alvoradense” entre os participantes... um “alvoradense” que ninguém em Alvorada conhece... um “alvoradense” que dentro do programa ao ser questionado “de onde é” responde “Porto Alegre”... um “alvoradense” que tem toda a sua vida social e profissional na capital... prova disso que a organização do evento de exibição disponibilizou ônibus com saídas no Lindóia e Praia de Belas, nada em Alvorada! Um telão para meia dúzia de vizinhos e uma renca de portoalegrenses. A próxima exibição pode ser no Parcão mesmo, nem precisam se dar ao trabalho de vir até Alvorada.
Porém nós que realizamos um filme com dezenas de alvoradenses de verdade não conseguimos apoio da Prefeitura nem apenas para exibir o filme na praça central. Tivemos que realizar um evento para arrecadar fundos para bancar esta exibição que foi prejudicada pela presença de um parque que a Prefeitura autorizou sua montagem e permanência até o dia da nossa exibição que já estava agendada meses antes. Ou seja, valorizar alvoradenses que fazem um trabalho cultural sério não dá! Valorizar um louco que faz piadas sobre Isabela Nardoni, mas que está na Globo pode!
Eu entendo que a ideia da Prefeitura era aproveitar a mídia “positiva” sobre Alvorada e que até pode não ter ocorrido gastos... mas uma administração comandada por um partido que sempre foi um dos maiores incentivadores da cultura e sempre contrários as imbecilidades globais e seus programas que valorizam a vulgaridade, sexualidade e a alienação de uma nação é um tanto quanto estranho... um partido que luta pelos direitos e pela igualdade apoiar um racista em rede nacional. Enquanto isso, seus artistas locais encontram-se... eu poderia dizer “na geladeira” mas o correto seria no SUS, na UTI da cultura de Alvorada.
Só o que vemos é a valorização daquilo que não é DAQUI, ou é daqui mas é partidário! Qualidade e fundamento não vem ao caso... Mas enfim, nem vou me aprofundar nisso agora, pois ainda teremos 3 anos disso...

Evandro Berlesi - cineasta e escritor

COMENTÁRIOS ()