Darcy, que ficou conhecido por sua atuação política e social, faleceu" />

Quinta-Feira, 22 de Junho de 2017 |

Carta do leitor

Fora de contexto

Por Redação em 21 de Fevereiro de 2014


É do antropólogo Darcy Ribeiro a frase "A crise na educação brasileira não é uma crise; é um projeto".
Darcy, que ficou conhecido por sua atuação política e social, faleceu em 17 de fevereiro de 1997, portanto, tal frase foi dita há, no mínimo, 17 anos atrás, quando até então, o contexto era exatamente esse.
Tanto que em e 27 de Maio de 1998, o ex-presidente Fernando Henrique (PSDB) sancionou a lei 9.649, PROIBINDO o governo federal de realizar investimentos na educação profissional (ensino técnico e superior), exceto em regime de parceria.
Porém, com a eleição de Lula (PT), em 2002, o "projeto" mudou. Já em 2004, no 2º ano de mandato petista, o então Ministro da Educação e atual Governador do RS, Tarso Genro (PT), instituiu o Programa Universidade para Todos-ProUni, que democratiza o acesso ao ensino superior, através da concessão de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de ensino superior.
Mesmo contestado por PSDB e DEM, que inclusive ingressou com ação de inconstitucionalidade contra o programa no STF, o ProUni já ofertou mais de 1 milhão de vagas para alunos de baixa renda e egressos do ensino público ou bolsistas.
Mas foi só em 2008 que Lula conseguiu derrubar a lei sancionada por FHC, dando início ao Plano Nacional Expansão da Educação Superior, criando 14 novas universidades federais, além da criação da rede de institutos federais de educação, ciência e tecnologia, que hoje conta com quase 400 campis, cobrindo cerca de 70% das 525 cidades brasileiras com mais de 50 mil habitantes (a meta é 100%), oferecendo cursos técnicos e superiores, ensino público gratuito e de qualidade, à mais de 1 milhão de pessoas.
Darcy, que foi um dos responsáveis pela criação da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), e que também criou, planejou e dirigiu a implantação dos Centros Integrados de Ensino Público (CIEP), um projeto pedagógico visionário e revolucionário de assistência em tempo integral às crianças, estaria orgulhoso com a atenção que os presidentes Lula de Dilma (PT) tem dispensam à educação.
Não só pela democratização do acesso ao ensino superior, mas também pelos diversos programas federais que tem qualificado a educação infantil, básica, profissionalizante e especial.
Um dos programas que merecem destaque nos governos petistas é o Mais Educação, que amplia o tempo e o espaço educativo dos alunos da rede de ensino público, contribuindo para a formação integral de crianças, adolescentes e jovens.
O Programa Mais Educação objetiva aumentar a permanência dos estudantes na escola para melhorar o desempenho escolar, oferecendo atividades no contraturno das aulas regulares, algo semelhante ao que acontecia nos CIEPs de Darcy.
Por isso, lamento aos reacionários, conservadores e direitistas de plantão, que cometem a heresia de compartilhar a imagem e a frase de Darcy Ribeiro, como se ela fosse contemporânea, e aviso: vocês estão descontextualizados!
Essa frase foi dita no tempo em que esse país era governado por pessoas que pensam exatamente como aqueles que vocês querem que volte ao poder.

Eduardo Correa
Ativista cultural

COMENTÁRIOS ()