Quarta-Feira, 18 de Outubro de 2017 |

Carta do leitor

Governo cego ou ...XIV

Por Redação em 29 de Setembro de 2017


- Vamos, suscintamente, abordar o que mais choca, às vezes, não muito explícito, nossa sociedade.
1 – FEDERAL: Deveras, encarando de forma simples e objetiva, a “limpeza” tem que ser geral: ninguém consegue ser honesto com que lhe não é próprio. Haja roubalheira e pessoais interpretações de textos constitucionais e legais, acobertando interesses pessoais e de “amigos”.
2 – ESTADUAL: eis os nomes dos ex-governadores gaúchos e as viúvas que continuam recebendo aposentadorias mensais de R$30.471,11 (...) Totais: R$ 4,4 milhões de Reais. Nominata: Tarso Genro, Yeda Crusius, Germano Rigotto, Olívio Dutra, Antônio Britto, Alceu Collares, Pedro Simon, e Jair Soares; Neda Marqungaretti Triches, Miriam Gonçalves de Souza, Nelize Trindade de Queiroz e Marília Guilhermina Martins Pinheiro. É importante salientar que esse direito (4 anos de “exercício”) baseado em Lei aprovada pelos próprios políticos, sem o aval da sociedade (os pagantes).
E os assalariados? ...
E os assalariados “salários mínimos”? ...
Diz-se que, dia 27 passado, sob nº 193/2017, um projeto de Lei foi enviado à Assembléia Legislativa, propondo “pagar os juros” dos salários mensais, parcelados, incluindo, também, o 13º. Veremos o texto, semana próxima.
Que tal proceder não se metafoseie em “precatórios”, isto é: - pagamento será nas “calendas gregas”. Amém!
VERITAS ODIUM PARIT!

Porto Alegre, 28 de setembro de 2017 11:46’
João Mariano Volcato
PS.: O publicado (1ª vez) em 23/06/17, aparenta um início de solução pelo sr. Sartori.
E o comércio ambulante?!...

COMENTÁRIOS ()