Segunda-Feira, 24 de Abril de 2017 |

Editorial

A água baixou e os problemas permaneceram

Por Redação em 21 de Agosto de 2015


Ao finalizar o penúltimo mês antes do cinquentenário da nossa cidade, Alvorada vive um forte dilema sobre como festejar esta data tão significativa no mês derradeiro. Atividades tradicionais consagradas há vários anos automaticamente já fazem parte do calendário de atividades e, portanto, sofrerão alguns retoques dando ênfase ao cinquentenário.
Entre elas: a Feira do Livro, Desfile da Revolução Farroupilha, acampamento no paço municipal, o baile municipal...não, este nós não teremos. O tradicional baile municipal, que vem embelezando o mês festivo há longos anos não acontecerá. Tradicional, realizado no melhor estilo das épocas, este ano passará em brancas nuvens. As tradicionais chuvas de inverno e que passaram dos limites este ano botaram o “dedo” no bolo do aniversariante.
Poderia passar despercebidos por muitos se o pós-chuvas tivesse continuidade por várias semanas. Basta passar pelos locais onde a água subiu e saltam aos olhos o muito que ainda falta a fazer. As ruas estão por receber a limpeza e inúmeros são os depósitos frente às casas que ainda não tiveram os restos de móveis recolhidos. E para não ficar somente no recolhimento e limpeza, os meio fios poderiam ter recebido uma limpeza adequada e sua pintura para aumentar a autoestima da população que tão fortemente foi abalada no seu íntimo.
Incontáveis anônimos deram a sua contribuição além de suas possibilidades. Porém, o poder público está deixando muito a desejar com este povo. Semanas após, ainda vivenciam diariamente com o descaso.
E, os “políticos” que aproveitaram este tempo para “tentar” angariar votos para o próximo pleito, voltaram as suas mazelas do seu dia-a-dia. Discursos inflamados em seus gabinetes e esquecem-se de olhar aquele povo que continua sofrendo e esperando por um socorro.
O nosso cinquentenário não perpassa somente nos salões e avenidas principais. Os festejos devem estar no meio do povo. Este continua esperando as melhorias tão prometidas e que ficaram somente nos gabinetes. E fora deles daqui há algum tempo, quando se avizinha mais uma campanha eleitoral.

COMENTÁRIOS ()