Quinta-Feira, 20 de Julho de 2017 |

Editorial

A Delegacia e o Dia da Mulher

Por Redação em 11 de Março de 2016


No decorrer desta semana duas datas foram comemoradas tanto no mundo quanto aqui em nossa “terrinha”. A primeira que mencionamos é o Dia Internacional da Mulher e o segundo, o aniversário de dois anos da Delegacia de Polícia Especializada no Atendimento à Mulher/DEAM.

No dia 08 de março de 2014 com grande festa foi inaugurada a DEAM que em dois anos de existência já demonstra com números que veio para beneficiar as mulheres vitimas de agressões por parte de seus companheiros, familiares ou conhecidos. Além disso, o local também atende outros fatos relacionados às mulheres.

Contando com oito policiais, sendo seis mulheres, a delegacia atende em média sete ou oito mulheres por dia; desde janeiro, já foram registrados 735 boletins de ocorrências e 470 inquéritos foram instaurados. Só em 2015, foram 3.400 ocorrências registradas e 1.440 inquéritos em andamento.

Esses números comprovam a importância do local para a comunidade alvoradense, já que anteriormente estes números quase não existiam, pois faltava um delegacia de atendimento especifico para mulheres.

E sendo o ponto de partida da escolha da data da inauguração da DEAM temos o Dia Internacional da Mulher que embora já tenha sido comemorado merece destaque, pois como muitos falam, todo o dia é o Dia da Mulher, pois a mulher assim como os homens são importantes para a sociedade.
Entretanto ainda em 2016 vemos mulheres ocupando os mesmos cargos que homens mas recebendo um salario desigual, tendo mais tarefas que eles nas residências e infelizmente sofrendo violência física ou psicológica.

Mas também cada vez mais estamos vendo mulheres ocupando os mesmos lugares que homens e sendo tão importantes quanto, pois é assim que uma sociedade deve viver sem preconceitos e igualdade para todos.

Nos parece que estamos vendo uma melhora nas condições impostas às mulheres, já que há alguns anos atrás o cenário era bem diferente no mundo todo, mas também sabemos que muitas mudanças ainda devem ser feitas para termos um mundo mais igual e humano para homens e mulheres.

COMENTÁRIOS ()